Novo acidente de viação no centro de Moçambique faz cinco mortos e nove feridos

Cinco pessoas morreram e outras nove ficaram feridas num acidente de viação que ocorreu hoje na província de Tete, no centro de Moçambique, disse à Lusa fonte oficial.

Novo acidente de viação no centro de Moçambique faz cinco mortos e nove feridos

Novo acidente de viação no centro de Moçambique faz cinco mortos e nove feridos

Cinco pessoas morreram e outras nove ficaram feridas num acidente de viação que ocorreu hoje na província de Tete, no centro de Moçambique, disse à Lusa fonte oficial.

O acidente envolveu um furgão de transporte de passageiros, que capotou após despistar-se numa estrada do distrito de Tsangano, matando no local cinco pessoas, disse o porta-voz da Polícia da República de Moçambique na província de Tete, Feliciano da Câmara.

“O veículo vinha numa velocidade animada, despistou-se e capotou. Entre as cinco pessoas que morrem no local, está o próprio motorista”, acrescentou.

Além dos cinco óbitos, o acidente provocou nove feridos, cinco dos quais em estado grave, estando a ser assistidos numa unidade de saúde local.

Este é o terceiro acidente de viação grave em menos de uma semana em Moçambique.

No sábado, um acidente de viação, considerado o pior de sempre pelas autoridades, tirou a vida de 32 pessoas e feriu outras 28 na Estrada Nacional N.º 1, em Maputo.

A tragédia em Maputo envolveu dois camiões e um autocarro da transportadora Nhancale, que tentou fazer uma ultrapassagem irregular, embateu num dos camiões e capotou.

Na quarta-feira, outra tragédia voltou a ser registada pelas autoridades moçambicanas, quando um outro furgão se despistou após perder um pneu e embater contra um camião, provocando a morte de oito pessoas e ferindo outras 13 na província de Sofala, centro de Moçambique.

A situação da sinistralidade rodoviária em Moçambique é apontada por várias organizações não-governamentais como dramática.

Em média, pelo menos mil pessoas morrem anualmente em acidentes de viação em estradas moçambicanas, segundo dados avançados à Lusa, em maio, pela Associação Moçambicana para Vítimas de Acidentes de Viação (Amviro).

Em 2020, o país registou o número mais baixo de fatalidades nas estradas dos últimos 10 anos (855 óbitos), um dado associado às restrições impostas pela pandemia de covid-19.

EYAC // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS