Norte-americano comete fraude com falsa promessa de filme na Netflix

Norte-americano reuniu cerca de 13 milhões de euros de investidores. Netflix nega ter assinado acordo.

Norte-americano comete fraude com falsa promessa de filme na Netflix

Norte-americano comete fraude com falsa promessa de filme na Netflix

Norte-americano reuniu cerca de 13 milhões de euros de investidores. Netflix nega ter assinado acordo.

Adam Joiner, natural dos Estados Unidos, foi acusado esta quarta-feira, 28 de agosto, de fraude por angariar quase 13 milhões de euros de investidores chineses e sul-coreanos para um filme, que seria distribuído pela Netflix.

LEIA DEPOIS
Sá Pinto quer Braga a marcar em Moscovo para garantir fase de grupos da Liga Europa

Acusado de fraude eletrónica, lavagem de dinheiro e roubo de identidade

O norte-americano, de 41 anos, foi acusado por um tribunal, em Los Angeles, Califórnia, de fraude eletrónica, lavagem de dinheiro e roubo de identidade agravado, informa o Departamento de Justiça dos Estados Unidos [DOJ]. A alegada fraude terá começado em 2015, altura em que Adam Joiner usou documentos e assinaturas falsas para arrecada milhões de dólares para um filme, ‘Lendas’.

Segundo uma declaração do DOJ, o norte-americano utilizou a empresa Dark Planet Pictures, LLC, com a qual convenceu as empresas Korean Investiment Partners Co, Ltd, (KIP), Star Century Pictures Co. e PGA Yungpark Capital Ltd a investir dinheiro na produção. O produtor ter-se-á encontrado com o diretor da empresa KIP, em 2015, e terá fornecido o guião do filme, garantindo que a Netflix tinha acordado a sua distribuição. Desta forma, o norte-americano conseguiu que a empresa investisse oito milhões de dólares.

Norte-americano arrisca 20 anos de prisão

A Netflix negou aos agentes do FBI ter assinado o acordo, garantindo que nunca tinha ouvido falar de um filme com tal nome, ‘Lendas’. Segundo o FBI, Joiner utilizou mais de cinco milhões do dinheiro arrecadado para comprar uma residência em Manhattan Beach, Califórnia, e mais de quatro milhões foram transferidos para uma conta bancária. O produtor regressa a tribunal no dia 23 de setembro e arrisca 20 anos de prisão.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para sexta-feira, 30 de agosto

Impala Instagram


RELACIONADOS