Fotos em Auschwitz? Museu pede a visitantes para que não o façam

O museu de Auschwitz pede aos visitantes para não partilharem fotografias nos trilhos que levaram «mais de um milhão de pessoas à morte».

Fotos em Auschwitz? Museu pede a visitantes para que não o façam

Fotos em Auschwitz? Museu pede a visitantes para que não o façam

O museu de Auschwitz pede aos visitantes para não partilharem fotografias nos trilhos que levaram «mais de um milhão de pessoas à morte».

Auschwitz foi o maior campo de concentração nazi da Polónia. Lá morreram mais de um milhão de pessoas e, por isso, é um local de memória e culto. No entanto, nem todos sabem respeitar a tragédia humana que o local representa e o museu viu-se obrigado a emitir um comunicado.

O museu de Auschwitz partilhou imagens nas redes sociais que mostram visitantes a caminhar e a posar nas linhas de comboio. «Quando vem ao Museu de Auschwitz, lembre-se de que está no local onde mais de um milhão de pessoas foram mortas. Respeite a sua memória. Há lugares melhores para aprender a andar numa trave de equilíbrio do que o local que simboliza a deportação de centenas de milhares para a morte», lê-se na publicação.

O museu refere que não vai proibir as fotografias, apenas pretende alertar as pessoas para que tenham mais atenção e respeito por tudo o que Auschwitz representa. Na página de Instagram do museu estão algumas fotografias que, segundo um porta-voz, citado pelo ‘Business Insider’, são escolhidas com o máximo de cuidado.

LEIA MAIS
«Alguém sabe o que se passou com Madeleine McCann»
Previsão do tempo para sábado, 23 de março

Impala Instagram


RELACIONADOS