5 a 10% das mulheres com cancro da mama apresentam metástases ao diagnóstico

Dia 30 de outubro celebra-se o dia mundial do cancro da mama. Estudo revela que 5 a 10% apresentam metástases ao diagnóstico.

5 a 10% das mulheres com cancro da mama apresentam metástases ao diagnóstico

5 a 10% das mulheres com cancro da mama apresentam metástases ao diagnóstico

Dia 30 de outubro celebra-se o dia mundial do cancro da mama. Estudo revela que 5 a 10% apresentam metástases ao diagnóstico.

«O cancro da mama metastizado ocorre quando a doença, com origem na mama, progride sobre a forma de lesões-metástases, em órgãos à distância», afirma a oncologista do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, Dra Marta Sousa.

Os sintomas para esta doença aparecem sobre a forma de alterações mamárias. Muitas vezes são apercebidos pelas doentes durante a apalpação mamária. Quando a doença se encontra metastizada, os sintomas podem desenvolver-se através de dores ósseas, dores de cabeça e falta de ar.

A ciência tudo tem feito para progredir e encontrar tratamentos para esta doença. «O desenvolvimento de estudos na área da oncologia e de novos agentes terapêuticos têm sido promissores no aumento da sobrevivência de algumas destas doentes», explica a médica.

Cancro em Portugal

As estatísticas falam por si. Anualmente surgem mais de 6000 novos casos. Só em 2017, registaram-se 50 mil novos casos no país, sendo o cancro com maior taxa de incidência em Portugal. Cerca de 1600 mulheres em Portugal morrem todos os anos devido ao cancro da mama.

Apesar de o número de doentes aumentar de ano para ano, a mortalidade está “relativamente estacionária”. A informação é avançada pelo oncologista Miguel Barbosa. «Em 2017, tivemos praticamente 50 mil novos casos de cancro no país», afirma. A incidência da doença tem vindo a aumentar «três a quatro por cento ao ano». No entanto, a mortalidade “tem estado relativamente estacionária ou com um aumento muito ligeiro”.

Os estudos revelam que 1 em cada 11 mulheres em Portugal irá ter cancro da mama. Esta é uma doença que raramente surge antes dos 30 anos de idade. O aumentando é significativo a partir dos 45 anos e depois dos 60 anos.

Impala Instagram


RELACIONADOS