Mulher polícia amamenta bebé desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial

Mulher polícia amamenta bebé desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial

O momento tornou-se viral. Uma mulher polícia amamentou um bebé desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial.

O gesto maternal de uma mulher polícia na Argentina está a tornar-se viral. Tudo aconteceu num hospital de Buenos Aires. Celeste Ayala amamentou um bebé que tinha sido separado da sua mãe por ordem do tribunal.

A polícia do Comando de Patrulhas de Berisso, que foi mãe recentemente , pediu permissão aos médicos do Hospital Infantil Sor Maria Ludovica de La Plata para amamentar um bebé que chorava compulsivamente.

Apesar de ser polícia, fazia ali horas extra para uma empresa de segurança que serve aquela unidade de saúde. Ao ouvir o choro do bebé, Celeste valeu-se do seu instinto de mãe e não pensou duas vezes.

De acordo com um jornal local, a criança tem seis irmãos e estava internada naquela hospital para recuperar de uma desnutrição.

Um colega de trabalho de Celeste não resistiu em partilhar o momento nas redes sociais e felicitar a mulher pelo seu ato.

 

«Quero publicar este grande gesto de amor que você teve hoje (terça-feira, dia 14) com aquele bebé. Mesmo sem o conhecer, não hesitaste um momento e fizeste-o como se fosses sua mãe. Nem  te importou a sujidade e o mau cheiro. Coisas assim não se vêm todos os dias» diz a publicação.

LEIA MAIS: Katie tentou matar-se com um tiro. Ficou viva, mas a bala destruiu-lhe o rosto


RELACIONADOS

Mulher polícia amamenta bebé desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial

O momento tornou-se viral. Uma mulher polícia amamentou um bebé desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial.