Mulher morre durante treino de atletismo em Braga

Uma mulher de 44 anos morreu esta segunda-feira, dia 11 de fevereiro, à noite, durante um treino de atletismo com amigos em Braga.

Mulher morre durante treino de atletismo em Braga

Mulher morre durante treino de atletismo em Braga

Uma mulher de 44 anos morreu esta segunda-feira, dia 11 de fevereiro, à noite, durante um treino de atletismo com amigos em Braga.

Uma mulher de 44 anos morreu esta segunda-feira, dia 11 de fevereiro, após corrida com amigos, em Braga. Cláudia Silva, segurança numa empresa de produtos alimentares, fazia parte de um grupo informal de atletismo, ‘Braga a Correr’, que se juntava todas as segundas-feiras para correr em Braga.

Esta segunda-feira, à noite, juntaram-se todos para mais um treino. No entanto, depois da corrida, a mulher sentiu-se mal e teve de abandonar o exercício. Deslocou-se para o local que funciona como ponto de encontro com duas amigas. Cláudia acabou por falecer na Avenida da Liberdade, com «um ataque cardíaco fulminante», cita o Jornal de Notícias.

«A Cláudia praticava desporto, de forma amadora, há muito tempo. Estamos em choque», disse à mesma publicação um companheiro de corridas.

A mulher era era divorciada e tinha uma filha menor.

Portugueses conhecem melhor os sintomas do ataque cardíaco

Os sintomas do enfarte agudo do miocárdio são mais conhecidos da população portuguesa, segundo um inquérito em que 95% dos 1.044 inquiridos associaram a “dor no peito” a esta doença.

Iniciativa do movimento Stent for Life, que visa salvar vidas através da melhoria do tratamento proporcionado às vítimas de enfarte, este estudo foi coordenado pelo cardiologista Helder Pereira e será apresentado hoje, Dia Nacional do Doente Coronário.

Os sintomas mais referidos como indicadores de um enfarte do miocárdio são a dor no peito (95%), arritmias/palpitações (89%) e paralisia/dormência no braço (86%).

Estes valores apontam para um aumento do conhecimento das pessoas em relação a este tipo de enfarte, já que atualmente 95% associaram a “dor no peito” a esta doença, contra 85% num inquérito realizado há seis anos.

LEIA MAIS
ALERTA | App utilizada por crianças usada por predadores sexuais
Previsão do tempo para quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS