Mulher mais fértil do mundo tem 38 filhos [vídeo]

Esta mulher tem 39 anos e 38 filhos vivos. Mariam, natural do Uganda, sofre e hiperovulação. Foi mãe pela primeira vez com apenas 13 anos.

Mariam Nabatanzi foi considerada pelo Guiness Book of Records a mulher mais fértil do mundo. Contudo, a mãe natural do Uganda, tem uma história de vida repleta de dificuldades. A jornalista Kassim Kayira, responsável pela reportagem que levou ao record do mundo, relatou todo o seu sofrimento. Quando tinha apenas 5 anos, a madrasta tentou matá-la, assim como aos quatro irmãos, colocando pedaços de vidro na comida. Mariam não estava em casa e foi a única sobrevivente. O pai decidiu casá-la com um homem de 40 anos, polígamo, da aldeia de Kabimbiri, quando era apenas adolescente. Aos 13 anos, engradou de gémeos. Seria apenas o início de um caminho de incrível fertilidade. Da imensa lista de filhos fazem parte 10 raparigas e 28 rapazes. Miriam teve três gravidezes gemelares, três de quadrigémeos, quatro de trigémeos e oito partos individuais. Embora tenha dado à luz 44 crianças, seis nasceram mortas.

Mulher mais fértil do mundo é também vítima de violência doméstica

Com apenas 23 anos, a mulher já tinha 25 filhos. Preocupada com a sucessão de gravidezes, procurou ajuda médica e descobriu que sofria de hiperovulação, o que a levou a libertar mais de um óvulo a cada ciclo de período fértil. Contudo, por imposição do marido, não pôde utilizar qualquer método contracetivo. Mariam vive com grandes dificuldades monetária e é vítima de violência doméstica. O marido é alcoólico e a mulher é espancada várias vezes. Apesar de tudo, recusou abandonar o lar durante vários anos porque a lei no Uganda não permitia ter a guarda dos filhos menores de idade. Vive agora numa outra aldeia com os filhos, mas tem «falta comida na mesa». Graças à reportagem da jornalista Kassim Kayira, Karo Omu, uma mulher rica do Uganda, deu-lhe uma «pequena fortuna» para fazer face aos próximos meses. E abriu uma conta para recolher donativos. O seu objetivo é chegar aos 28 milhões de xelins ugandeses.

Graças a esta reportagem, Mariam tem agora uma vida mais feliz

LEIA MAIS

Mãe homicida confessa: «Eu matei a minha própria filha. Desferi-lhe três golpes»

Pai estrangula filha após matar sogra à facada no Seixal: «[A culpa] não é minha»

Mais um empresário português assassinado em Angola

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS