Mulher agredida violentamente por polícia em Espanha [vídeo]

Mulher agredida violentamente por agente da polícia em Espanha. Caso aconteceu em Valência, chocou o país e já ultrapassou fronteiras.

Uma mulher agredida violentamente por um agente da polícia em Espanha está a chocar o país. O caso aconteceu em Valência e está a levantar uma onda de protestos.

LEIA MAIS: Morre criança que dependia de luz para viver e cuja família foi desalojada

A vítima foi esbofeteada com tanta força que caiu desamparada no chão. As imagens gravadas via telemóvel por uma testemunha duram apenas 6 segundos, mas fica clara a violência exercida sobre a mulher.

No vídeo percebe-se que um dos agentes da Guardia Civil discute com uma mulher e ameaça-a. «Vou-te dar um bofetão.» A ameaça passa rapidamente à prática e o agente dá-lhe uma violenta bofetada, que faz a vítima cair violentamente no chão.

LEIA MAIS: Polícias revistaram partes íntimas de mulher em operação STOP [vídeo]

Nesse momento, o agente dobra-se sobre a mulher e não se sabe o que se passou depois, pois o vídeo é interrompido. A testemunha do caso acabou por partilhar as imagens nas redes sociais e o vídeo tornou-se viral.

O porta-voz da Câmara da Comunidade de Valência declarou aos meios de comunicação social que foi aberto uma investigação ao agressor. Prometeu ainda levar o caso «até às últimas consequências».

«Nada justifica uma violência tão grande»,diz porta-voz da Câmara sobre caso da mulher agredida violentamente

«Nada justifica, naquele contexto, uma violência tão grande», afirmou o responsável sobre o caso da mulher agredida. Já o responsável pela Guardia Civil avançou que o agente já foi identificado, mas recusou sobre as lesões da vítima, cuja identidade se desconhece.

A mesma fonte explicou ainda que «a mulher ameaçou o agente». «O agente pediu-lhe a identificação e ela respondeu que lhe dava um pontapé nas partes íntimas», sublinhou.

LEIA MAIS: Jovem cruza a fronteira entre EUA e México para abraçar pai deportado [vídeo]

Câmara e Guardia Civil alertaram para a má qualidade das imagens e do som. O vídeo gravado na rua San Juan de la Peña, bairro a norte da cidade de Valência. Contudo, a agressão é clara e servirá como prova em tribunal.

TAMBÉM LHE PODE INTERESSAR
Casa Pia – E Agora? | Grande Reportagem: Megaprocesso ou erro tremendo? [vídeo]

E se o Processo de pedofilia na Casa Pia tivesse sido um erro? ‘Arrependidos’ desmentem depoimentos, afirmam terem sido pagos para mentir e revelam ameaças de morte.

«Pai, és inocente de tudo quanto te acusam?» [Marta Cruz, filha de Carlos Cruz]
Na passada terça-feira, 26 de junho, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) deu em parte razão ao apresentador Carlos Cruz. Para os juízes daquela instância supranacional, a aplicação da Justiça no processo Casa Pia falhou.

O TEDH concluiu que o Tribunal da Relação de Lisboa devia ter aceitado as novas provas apresentadas por Carlos Cruz no recurso. O que não aconteceu.

«Estão a lançar junto dos miúdos nomes falsos, com algumas ‘notazitas’ à mistura. Não são precisas muitas», Catalina Pestana

Entre estas novas provas estavam, por exemplo, a admissão de Teresa Costa Macedo de que mentiu no ‘lançamento’ do caso Casa Pia. Foi, aliás, condenada por «crimes de falsidade de testemunho no julgamento do processo Casa Pia».

A antiga secretária de Estado para a Família entre 1980 e 1983, com a tutela da maior instituição de acolhimento do País, não tinha identificado Carlos Cruz , como dissera, em fotografias de relatórios que guardara desde aqueles anos da década de 1980.

Veja esta grande reportagem, no vídeo que está a levantar polémica junto de toda a sociedade, AQUI.

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS