Muçulmana grávida atacada violentamente em restaurante [vídeo]

Uma violenta agressão teve como alvo uma muçulmana grávida na reta final da gestação, no interior de um restaurante australiano.

Muçulmana grávida atacada violentamente em restaurante [vídeo]

Muçulmana grávida atacada violentamente em restaurante [vídeo]

Uma violenta agressão teve como alvo uma muçulmana grávida na reta final da gestação, no interior de um restaurante australiano.

Rana El Asmar, de 38 anos, muçulmana grávida de quase nove meses, estava a almoçar com as amigas num restaurante na cidade de Sidney, na Austrália, quando foi interpelada por um homem muçulmano. O agressor insultou as mulheres e exigiu que fossem para casa porque «mulheres que saem sem maridos à rua merecem morrer». Segundo testemunhas, a vítima terá respondido que tinha «autorização do marido» e pediu para que a deixasse em paz. Após esta troca de palavras, o homem agrediu-a a socos e pontapés, atirou-a ao chão e pisou-lhe a cabeça várias vezes. Foi necessária a intervenção das amigas e de outros clientes do restaurante para parar o ataque violento.

LEIA DEPOIS
Há quem afirme que mundo irá acabar em dezembro de 2019

Mãe muçulmana e bebé encontram-se estáveis

O crime ficou registado pelas câmaras de vigilância do estabelecimento comercial. As imagens estão a causar uma onda de revolta e indignação no país pela violência do ataque. Stipe Lozina, de 43 anos, tentou fugir, mas não conseguiu abandonar o local. O proprietário do restaurante e alguns clientes conseguiram impedir a fuga do suspeito até à chegada da Polícia. Segundo o Yahoo News Uk, Rana El Asmar foi encaminhada para o hospital, mas não sofreu ferimentos graves. Mãe e bebé encontram-se estáveis. O agressor foi detido e ficará em prisão preventiva até 5 de dezembro, altura em que vai ser julgado por um crime de agressão, agravada pela gravidez da vítima.

LEIA MAIS
Conheça a zona com a maior taxa de terramotos do mundo
Mulher acaba com namorado na festa de aniversário

Impala Instagram


RELACIONADOS