Número de mortes por malária em Moçambique baixou para 740 óbitos em 2018

O número de mortes por malária em Moçambique teve em 2018 menos 111 casos do que no ano anterior, descendo de 851 óbitos para 740, disse hoje a diretora-nacional adjunta de Saúde Pública.

Número de mortes por malária em Moçambique baixou para 740 óbitos em  2018

Número de mortes por malária em Moçambique baixou para 740 óbitos em 2018

O número de mortes por malária em Moçambique teve em 2018 menos 111 casos do que no ano anterior, descendo de 851 óbitos para 740, disse hoje a diretora-nacional adjunta de Saúde Pública.

Maria Benigna Matsinhe, citada pelo diário Notícias, afirmou que o número de casos de malária diagnosticados também baixou em 2018, atingindo 7,1 milhões contra 9,98 em 2017.

As províncias de Cabo Delgado e Nampula, no norte, e Zambézia, no centro, foram as mais afetadas pela doença.

Combate à malária com novas regras

A diretora-nacional de Saúde Pública assinalou que o combate à malária foi marcado, em 2018, pela introdução do diagnóstico baseado na densidade parasitária.

LEIA MAIS: ÚLTIMA HORA: Militares anunciam Golpe de Estado

No âmbito da nova abordagem, todo aquele que tiver 100 mil parasitas no sangue é considerado doente grave e deve ser internado e o que tiver abaixo dessa quantidade está sujeito ao regime ambulatório.

OMS quer lutar contra a doença

“Nos últimos 15 anos houve um progresso como nunca antes, mas esse progresso parou”, referiu Pedro Alonso, diretor do programa de combate à malária da OMS, em entrevista à Lusa.

As mortes provocadas pela malária em todo o mundo voltaram a diminuir em 2017, para um total estimado de 435 mil vítimas (menos 3,6% que em 2016), mas calcula-se que o número de casos tenha subido de 217 para 219 milhões.

Mais de 90% dos casos e das vítimas mortais estão no continente africano e a maioria são crianças, o mesmo padrão de estudos anuais anteriores.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS