Morreu Manuel Rodrigues, único guineense com o Prémio Internacional da Criança

O benemérito guineense de crianças cegas, prémio internacional de crianças, Manuel Rodrigues, morreu hoje em Bissau, vitima de doença, anunciou a família.

Morreu Manuel Rodrigues, único guineense com o Prémio Internacional da Criança

Morreu Manuel Rodrigues, único guineense com o Prémio Internacional da Criança

O benemérito guineense de crianças cegas, prémio internacional de crianças, Manuel Rodrigues, morreu hoje em Bissau, vitima de doença, anunciou a família.

Aos 58 anos e invisual desde os três, Manuel Rodrigues ficou celebrizado por ter ganho em 2017, na Suécia, o Prémio Internacional da Criança, galardão batizado pela imprensa de ‘Prémio Nobel da Educação de Criança’.

Fundador e presidente da escola Bengala Branca, Rodrigues destaca-se pelo seu trabalho de mais de 20 anos de proteção e educação de crianças cegas e portadoras de outras deficiências físicas na Guiné-Bissau.

Manuel Rodrigues é também o líder da Agrice, Associação Guineense de Reabilitação e Integração dos Cegos, organização que tem a finalidade de promover a educação para os cegos, como também o enquadramento dos mesmos na sociedade guineense.

O Prémio Internacional da Criança, ou o ‘International Children’s Peace Prize’, é concedido anualmente a uma criança que fez uma contribuição significativa para a defesa dos direitos das crianças.

O prémio é uma iniciativa da Fundação KidsRights, organização de ajuda internacional da criança com sede em Amesterdão, na Holanda.

Numa entrevista à Lusa depois de receber o prémio na Suécia, em 26 de abril de 2017, Manuel Rodrigues considerou aquele dia como sendo o “mais feliz” da sua vida, por se ter lembrando do papel da sua organização e da repercussão do ato para a Guiné-Bissau a nível mundial.

Na semana passada, um professor da Bengala Branca, Adjé Mané disse à Lusa que a escola passava por dificuldades na alimentação e medicamentos para várias crianças cegas internadas nos dois lares do projeto devido ao facto de Manuel Rodrigues, benemérito da iniciativa estar doente.

MB // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS