Morreu a idosa de 100 anos vítima de agressão em assalto

Morreu a idosa de 100 anos vítima de agressão em assalto

Sofia foi atacada à saída da missa e não resistiu a um traumatismo grave no pescoço.

Uma idosa de 100 anos morreu após uma agressão do decorrer de um assalto. Sofia foi atacada à saída da missa, em Normanton, Inglaterra, e não resistiu a um traumatismo grave no pescoço. A Polícia acredita que o assaltante conhecia a idosa, que nunca deixava dinheiro em casa e tinha sempre grandes quantidades de notas na carteira. Nesse dia, segundo os vizinhos, saiu de casa e disse que ia à missa e que, depois, ia fazer um pagamento de uma fatura de eletricidade atrasada, de 900 libras (cerca de mil euros).

LEIA MAIS: Pai lança recém-nascida de precipício porque queria um rapaz

Sofia, como era tratada pelos amigos, trabalhou numa fábrica até à reforma. Nasceu na Polónia, mas mudou-se para Inglaterra com o marido, Micoli, depois da Segunda Guerra Mundial. O casal não teve filhos e a idosa acabou por ganhar o carinho dos vizinhos por tomar conta de crianças sem cobrar pelo serviço. Há apenas um mês, assinalou o seu centésimo aniversário rodeada de amigos, familiares e vizinhos, que lhe ofereceram um ramo com 100 rosas brancas.

Polícia acredita que Sofia morreu às mãos de alguém próximo

Darren De’ath, o inspetor responsável pelo crime, adiantou à comunicação social ainda não ter feito qualquer detenção, apesar de acreditar tratar-se de «alguém próximo da vítima». «Quem cometeu este crime hediondo é conhecido da senhora Kaczan. Era uma pessoa muito querida que não merecia ter morrido desta forma violenta.

LEIA MAIS: Menina de 12 anos foge de casa com irmã de 5 e deixa carta aos pais

«Não vamos descansar até encontrar o culpado e levá-lo à justiça», sublinhou. Darren De’ath pediu ainda a ajuda a comunidade, adiantando que o culpado «conduzia um carro de marca Seat Leon». «Esse carro fugiu a grande velocidade do local e acreditamos que o condutor é a pessoa responsável pela morte de Sofia Kaczan», afirmou. Um homem, de 39 anos, foi detido, mas libertado depois de ser comprovar que não se tratava do suspeito.

LEIA MAIS: Mulher com 323 quilos recusa ajuda para perder peso [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS