Morreu com 420 quilos o homem mais pesado da Grã-Bretanha

Barry Austin morreu aos 52 anos após sofrer várias complicações de saúde. Consumia 29 mil calorias diárias, incluindo 12 litros de refrigerante.

Morreu com 420 quilos o homem mais pesado da Grã-Bretanha

Barry Austin morreu aos 52 anos após sofrer várias complicações de saúde. Consumia 29 mil calorias diárias, incluindo 12 litros de refrigerante.

Barry Austin, que chegou a ser eleito o homem mais pesado da Grã-Bretanha com 420 quilos, morreu aos 52 anos por complicações de saúde relacionadas com o excesso de peso.

Fã de futebol e fanático pelo Birmingham City, Barry ganhou notoriedade com a participação no documentário ‘Inside Britain’s Fattest Man‘, tendo ainda sido incluído no programa ‘The Fattest Man‘, no qual admitiu consumir, diariamente, 29 mil calorias, incluindo 12 litros de refrigerante.

O antigo taxista estava determinado em mudar o rumo da sua vida e, em 2012, após colocação de uma banda gástrica, perdeu uns impressionantes 127 quilos. A grande motivação foi o aproximar do casamento com Debbie Kirby, de 50 anos, sua noiva. O seu peso desceu para os 254 quilos e acabou por perder o título de “Homem mais pesado da Grã-Bretanha” para Paul Mason, na altura com 444 quilos.

Apesar da enorme perda de peso, com a morte da mãe e a debater-se com um tumor – de 19 quilos – nas pernas, Barry voltou aos antigos hábitos e refugiou-se novamente na comida e na bebida, ingerindo milhares de calorias por dia.

Foi o próprio Birmingham City, no primeiro dia do novo ano, a anunciar e a lamentar morte de Barry Austin. O acérrimo adepto dos ‘bluenose’ tinha uma cadeira personalizada no estádio do clube.

LEIA MAIS
Covid-19: 65% das crianças com obesidade em Portugal sofrem de bullying escolar

Impala Instagram


RELACIONADOS