Morre em incêndio provocado por cobertor elétrico

Vítima de 70 anos encontrava-se na sala a ver televisão quando o incêndio deflagrou, presumivelmente à conta do cobertor elétrico que estava junto de si.

Morre em incêndio provocado por cobertor elétrico

Morre em incêndio provocado por cobertor elétrico

Vítima de 70 anos encontrava-se na sala a ver televisão quando o incêndio deflagrou, presumivelmente à conta do cobertor elétrico que estava junto de si.

Uma mulher de 70 anos foi encontrada morta em casa esta segunda-feira, 18 de janeiro, em Vila Praia de Âncora. As janelas destruídas e parcialmente queimadas deixaram em alerta um dos vizinhos que, de imediato, contactou os bombeiros.

O comandante dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora, Daniel Araújo, explicou que a corporação foi alertada para a ocorrência por um morador, por volta das oito da manhã. Chegados ao local, os operacionais “verificaram que houve um incêndio, que havia uma janela com estores destruídos pelo fogo, mas não havia temperatura, pelo que deveria ter ocorrido durante a noite”. Na habitação residia Lucinda Guerreiro, viúva, natural de Lisboa.

Cadáver estava na sala

O comandante adiantou ainda que ao entrar na habitação, a vítima já se encontrava morta. “Entrámos na habitação e deparámo-nos na sala com uma vítima já cadáver, mas não carbonizada. O incêndio destruiu totalmente o quarto e o recheio mas não se propagou a divisões contíguas. Provavelmente pode ter tido origem num cobertor elétrico”, alertou o comandante.

A mesma fonte apontou ainda um possível cenário. “Provavelmente estaria a ver televisão quando o incêndio ocorreu e a morte pode ter sido provocada pelo fumo”.

Tal como escreve o Jornal de Notícias, no socorro estiveram envolvidos dez operacionais com quatro viaturas dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, e também uma patrulha da GNR.

LEIA MAIS
Viola namorada durante horas e tenta matá-la à facada

Impala Instagram


RELACIONADOS