Moradores retirados do Rasmalho, em Portimão, mas fogo está

Moradores retirados do Rasmalho, em Portimão, mas fogo está “controlado”

A localidade do Rasmalho foi evacuada por precaução ao início da tarde, mas o fogo que se alastrou a este concelho, contíguo ao de Monchique, está “controlado”, disse o autarca.

A localidade do Rasmalho, em Portimão, foi evacuada por precaução hoje ao início da tarde, mas o fogo que se alastrou a este concelho, contíguo ao de Monchique, está “controlado”, disse à Lusa a presidente da autarquia.

Segundo Isilda Gomes, as pessoas foram retiradas da localidade “por precaução”, mas às 16:00 a situação no concelho de Portimão estava “controlada”, embora o perímetro do fogo não esteja ainda totalmente consolidado.

“Tivemos uma entrada do fogo em Portimão pela Ribeira das Canas, mas as nossas faixas de contenção conseguiram segurar o incêndio”, referiu a presidente da autarquia, sublinhando que, “enquanto não for feita a consolidação definitiva, tem de se contar sempre com possíveis reacendimentos”.

LEIA MAIS: O que pedem os bombeiros que combatem o fogo em Monchique

Os habitantes do Rasmalho – localidade junto à Estrada Nacional 266, que liga o Porto de Lagos a Monchique – estão a ser levados para o Portimão Arena, um pavilhão multiusos que na noite passada já tinha alojado 122 pessoas do concelho de Monchique.

De acordo com a presidente da Câmara de Portimão, já por ali passaram, ao todo, desde domingo à noite, entre 160 e 170 pessoas, das quais 24 crianças, com idades entre os oito meses e os 12 anos.

O Portimão Arena possui vários espaços privados onde foram alojadas as famílias com crianças, para poderem ter maior privacidade, acrescentou Isilda Gomes, estando também no local uma equipa médica a prestar apoio.

Alguns hotéis têm estado a fornecer alimentos, enquanto instituições particulares de solidariedade social (IPSS) têm fornecido roupa às pessoas. As autarquias de Lagos e Lagoa também têm contribuído com a entrega de bens.

Isilda Gomes não tem conhecimento, por agora, de mais nenhuma situação preocupante no concelho de Portimão.

O fogo que deflagrou em Monchique na sexta-feira já obrigou à retirada de pessoas de casas também no concelho de Silves, tendo a situação mais preocupante sido registada na zona de Falacho, segundo a Câmara.

Silves é um dos três concelhos do distrito de Faro afetados pelo fogo rural que lavra pelo quinto dia, desde sexta-feira, além de Monchique e Portimão.

No fim de semana as chamas chegaram a Odemira, no distrito de Beja, mas já foram apagadas no concelho alentejano.

Há 29 feridos ligeiros na sequência deste fogo e um ferido grave, uma idosa que está internada em Lisboa com prognóstico favorável.

 

MAD // ROC

 

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Moradores retirados do Rasmalho, em Portimão, mas fogo está “controlado”

A localidade do Rasmalho foi evacuada por precaução ao início da tarde, mas o fogo que se alastrou a este concelho, contíguo ao de Monchique, está “controlado”, disse o autarca.