Ministra anuncia comissão para acompanhar a resposta das urgências de ginecologia e obstetrícia nos hospitais

A ministra da Saúde anunciou hoje uma comissão para acompanhar a resposta das urgências de ginecologia e obstetrícia e bloco de partos dos hospitais, integrando coordenadores regionais e um nacional.

Ministra anuncia comissão para acompanhar a resposta das urgências de ginecologia e obstetrícia nos hospitais

Ministra anuncia comissão para acompanhar a resposta das urgências de ginecologia e obstetrícia nos hospitais

A ministra da Saúde anunciou hoje uma comissão para acompanhar a resposta das urgências de ginecologia e obstetrícia e bloco de partos dos hospitais, integrando coordenadores regionais e um nacional.

“A primeira resposta é de facto a criação de uma comissão de acompanhamento da resposta em urgência de ginecologia e obstetrícia e bloco de partos que integra cinco coordenadores regionais e um coordenador nacional”, adiantou Marta Temido em conferência de imprensa no Ministério da Saúde, em Lisboa.

Segundo disse a governante, essa comissão replicará o modelo que já foi utilizado para maximizar a coordenação nacional na resposta às necessidades de medicina intensiva.

“Esta comissão irá funcionar num modelo semelhante, sendo que o seu trabalho é muito vocacionado para aquilo que é o curto prazo”, nos meses de junho, julho agosto e setembro, avançou a ministra.

PC // ZO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS