Milhares de pessoas deslocadas nas Bahamas após passagem do furacão Dorian

Cerca de 4.500 pessoas foram já deslocadas das suas casas nas ilhas Abaco e Grand Bahama, as mais devastadas após a passagem do furacão Dorian pelas Bahamas.

Milhares de pessoas deslocadas nas Bahamas após passagem do furacão Dorian

Milhares de pessoas deslocadas nas Bahamas após passagem do furacão Dorian

Cerca de 4.500 pessoas foram já deslocadas das suas casas nas ilhas Abaco e Grand Bahama, as mais devastadas após a passagem do furacão Dorian pelas Bahamas.

San Juan, 10 set 2019 (Lusa) – Cerca de 4.500 pessoas foram já deslocadas das suas casas nas ilhas Abaco e Grand Bahama, as mais devastadas após a passagem do furacão Dorian pelas Bahamas, divulgaram na segunda-feira as autoridades locais.

Em conferência de impresa, o porta-voz da Agência de Gestão de Emergências das Bahamas (NEMA), Carl Smith, indicou que a maioria teve de se deslocar para Nassau, a capital deste arquipélago das Caraíbas.

O último balanço oficial aponta para 45 mortos, mas o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias, segundo o Comissário da Polícia, Anthony Ferguson. Pelo menos trinta e sete morreram nas ilhas Abaco e oito nas Grand Bahama.

As Nações Unidas calculam que há centenas de desaparecidos e 70 mil pessoas necessitam de ajuda humanitária urgente.

O Dorian, que no último fim de semana deixou mais de 200 mil pessoas sem luz na costa atlântica do Canadá, devastou primeiro o arquipélago das Bahamas, sobre o qual permaneceu por muito tempo, quase imóvel, com chuvas torrenciais.

Segundo o primeiro-ministro do arquipélago, Hubert Minnis, 60% de Marsh Harbour, a principal cidade das Ábaco, ficou destruída.

Os ventos fortes e as águas castanhas e lamacentas destruíram ou danificaram gravemente milhares de casas, incapacitando a atividade de hospitais e deixando muitas pessoas presas em sótãos.

FST (MIM) // FST

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS