Migrantes que desembarcaram em Faro à guarda do SEF até serem afastados do país

Os 28 migrantes indocumentados que desembarcaram na ilha Deserta, em Faro, na terça-feira, vão ficar à guarda do SEF até serem afastados do país, determinou hoje o Tribunal de Faro.

Migrantes que desembarcaram em Faro à guarda do SEF até serem afastados do país

Migrantes que desembarcaram em Faro à guarda do SEF até serem afastados do país

Os 28 migrantes indocumentados que desembarcaram na ilha Deserta, em Faro, na terça-feira, vão ficar à guarda do SEF até serem afastados do país, determinou hoje o Tribunal de Faro.

Faro, 18 set 2020 (Lusa) — Os 28 migrantes indocumentados que desembarcaram na ilha Deserta, em Faro, na terça-feira, vão ficar à guarda do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) até serem afastados do país, determinou hoje o Tribunal de Faro.

Segundo o tribunal, os migrantes “ficam à guarda do SEF a aguardar os trâmites do processo de afastamento que lhes vier a ser instaurado”.

Os migrantes oriundos do Norte de África, intercetados na ilha Deserta, na terça-feira, foram ouvidos no Tribunal Judicial de Faro por entrada e permanência irregular em território nacional.

JML // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS