Menino de cinco anos violado por quatro rapazes

Menino recusa-se a ir para a escola. Têm sido vários os crimes sexuais em África do Sul, que estão a dar origem a protestos.

Menino de cinco anos violado por quatro rapazes

Menino de cinco anos violado por quatro rapazes

Menino recusa-se a ir para a escola. Têm sido vários os crimes sexuais em África do Sul, que estão a dar origem a protestos.

Menino, de cinco anos, foi violado por quatro rapazes, de nove anos, numa escola em África do Sul, avança o Daily Mail. A criança terá sido atacado numa sala de aula, quando se preparava para sair da escola, revela a mãe do menino à publicação.

LEIA DEPOIS
Acidente leva grávida a escolher entre manter a perna ou salvar bebé [vídeo]

Enquanto o agrediam, os rapazes terão dito ao menino que ele seria «o cão» deles. A progenitora do menino revela que suspeitou que algo teria acontecido quando o menino não voltou para casa à hora habitual. Quando finalmente regressou, a criança terá contado tudo à mãe. Os quatro rapazes terão despido o menino na sala de aula, onde o violaram à vez.

Alegadamente, o menino foi violado na escola primária Fakukhanya em Ekurhuleni, perto de Johannesburg.

Menino «tornou-se violento com as outras crianças»

Desde o alegado ataque, o menino tornou-se «violento com as outras crianças e recusa-se a ir para a escola», conta a mãe. «Levei-o a uma clínica e apesar de terem dito que não havia muito trauma, ainda me preocupo com o estado de saúde do meu filho», acrescenta. A progenitora, de 29 anos, revela que os responsáveis pela escola lhe disseram para levar o caso às autoridades.

No entanto, a polícia disse-lhe que não podiam abrir uma investigação, uma vez que só a partir dos 10 anos é que os rapazes podem ser criminalmente responsáveis.

Uma série de crimes sexuais, maioritariamente contra mulheres, têm sido noticiados pela África do Sul e dado origem a protestos.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para esta quinta-feira, 26 de setembro

Impala Instagram


RELACIONADOS