Não ouviu os médicos, negou-se a abortar e o resultado foi este

Fez tratamento de fertilidade e recorreu a crédito para o pagar. Já grávida, ouviu o pior dos conselhos: os médicos encorajaram-na a abortar. Mas não o fez…

Uma mulher negou-se a abortar um dos trigémeos e os bebés venceram os piores prognósticos. A mulher fez um tratamento de fertilidade e recorreu a crédito para o pagar. Implantou dois embriões para aumentar as hipóteses de engravidar. Um dos óvulos acabou por dividir-se, originando gémeos idênticos. Os bebés, porém, partilhavam a mesma placenta. Trata-se de um problema que leva, na grande maioria das vezes, à morte de um dos fetos.

LEIA MAIS: Entregador de compras ao domicílio recusa-se a ajudar grávida [vídeo e fotos]

O casal Ryan y Christy Beck descobriu a gravidade da situação das meninas às 18 semanas de gestação. O obstetra aconselhou a mãe a abortar um dos fetos, mas o casal recusou-se a aceitar. A ideia de escolher quem viveria e quem morreria era demasiado pesada para a suportarem. Optaram por deixar tudo «nas mãos de Deus».

Casal recusou o conselho para abortar um dos filhos e deixou tudo «nas mãos de Deus»

A gravidez de Christy, como seria de esperar, decorreu em constantes sobressaltos. «Estive sempre nervosa. Não parava de perguntar aos médicos se os três continuavam vivos. Se lhes ouviam o coração. Se tinham todas as suas extremidades e dedos. Foi uma luta constante. Tenho 40 anos e aquela era a minha última chance de ser mãe. Já não tínhamos mais recursos e tínhamos feito um crédito de 25 mil euros.»

LEIA MAIS: Abraçou e pediu desculpa à filha antes de esfaqueá-la até à morte

O casal, morador na localidade de Richmond, Virgínia, nos Estados Unidos da América, considera que ter os três filhos vivos e sem sequelas foi «um milagre». «Disseram-nos que as gémeas, por partilharem a mesma placenta, podiam não receber sangue suficiente. Ou que uma delas podia receber sangue a mais. Podiam morrer ou ter sequelas graves», sublinharam.

«Todos os dias agradeço a Deus por ter corrido tudo bem. Tenho três filhos maravilhosos»

Os bebés, um menino e duas meninas, nasceram prematuros e estiveram um mês internados. Já receberam alta e estão todos bem de saúde. Os pais têm partilhado vídeos e fotografias numa página da rede social Facebook, onde recebem muitos elogios pela «coragem» que demonstraram. «Todos os dias agradeço a Deus por ter corrido tudo bem. Tenho três filhos maravilhosos e serei a melhor mãe do mundo para eles», concluiu, em declarações aos jornalistas no dia em que levou os trigémeos para casa.

LEIA MAIS: Mãe grava vídeo de despedida antes de entregar o bebé para adoção [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Não ouviu os médicos, negou-se a abortar e o resultado foi este

Fez tratamento de fertilidade e recorreu a crédito para o pagar. Já grávida, ouviu o pior dos conselhos: os médicos encorajaram-na a abortar. Mas não o fez…