Médico detido por suspeitas de ter sequestrado paciente após cirurgia

O cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva foi detido por suspeitas de ter sequestrado Daian Chaves Cavalcanti após uma intervenção cirúrgica.

Médico detido por suspeitas de ter sequestrado paciente após cirurgia

Médico detido por suspeitas de ter sequestrado paciente após cirurgia

O cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva foi detido por suspeitas de ter sequestrado Daian Chaves Cavalcanti após uma intervenção cirúrgica.

O cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva foi detido nesta segunda-feira, 18 de julho, por suspeitas de ter sequestrado Daian Chaves Cavalcanti após uma cirurgia plástica. A paciente está internada desde junho, em estado grave, com várias complicações. A mulher, de 36 anos, tentou ser transferida de hospital, mas o cirurgião dificultou o processo, explica a família. A denúncia surgiu de uma tia da paciente, se dirigiu a uma esquadra local para dar conta de que a sobrinha estava há quase dois meses naquela unidade de saúde, impedida de sair. Submetida a uma abdominoplastia no início de março, Daian foi submetida a mais três intervenções em junho. No entanto, uma das cirurgias teve complicações e, de acordo com a família, a barriga sofreu necrose.

Em comunicado, o hospital nega as acusações. “O Hospital Santa Branca Ltda vem através de sua direção […] manifestar-se publicamente sobre acusações infundadas de sequestro. Tal crime decorre do verbo encarcerar, que significa deter, ou prender alguém indevidamente e contra sua vontade. No crime de sequestro, a vítima quase não tem como se locomover, a liberdade fica restrita a um pequeno espaço físico, como um quarto ou uma casa de banho. Com 43 anos de funcionamento, esta Unidade desconhece tal prática dentro do seu estabelecimento. Procura sempre zelar pela saúde física e mental dos seus pacientes […] Repudiamos quaisquer práticas criminosas que nos foram indevidamente atribuídas! Tal acusação é absurda!”.

Quem é Bolívar Guerrero Silva?

Médico detido por suspeitas de ter sequestrado paciente após cirurgia
O cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva

O médico equatoriano responde por pelo menos 19 processos e, em 2010, foi mesmo condenadopreso por aplicar um medicamento para preenchimento facial sem registo. No currículo de Bolivar também consta a morte de uma paciente durante uma lipoescultura, em 2016. A família da paciente acusou o médico de negligência.

Foto: Reprodução redes sociais & Youtube

Anestesista apanhado em flagrante a violar grávida durante parto [com vídeo]
Médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra foi apanhado em flagrante a violar uma grávida durante parto. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS