Mulher agredida em festa vai ao hospital e médico é o agressor

O médico, que trabalhava no hospital há ano e meio, apresentava “comportamentos inapropriados”. Acabou por ser despedido.

Mulher agredida em festa vai ao hospital e médico é o agressor

Mulher agredida em festa vai ao hospital e médico é o agressor

O médico, que trabalhava no hospital há ano e meio, apresentava “comportamentos inapropriados”. Acabou por ser despedido.

Anastasia Dmitrieva, que vive em Neryungri, na Rússia, apanhou o susto da vida. Duas vezes. Primeiro, foi agredida numa festa. Dali, saiu com ferimentos e horas depois procurou assistência médica para registar o resultado das agressões e, posteriormente, apresentar as provas na Polícia. Ao chegar ao hospital, o médico que a atendeu era, afinal, o seu agressor.

Para ler depois
Dono de loja online viaja 800 km para espancar mulher que se queixou de encomenda
Um chinês, dono de uma loja online, viajou mais de 800 quilómetros para atacar uma mulher que se queixou do serviço (… continue a ler aqui)

Médico despedido pelo hospital

O médico, Vladimir Naumov, reconheceu Anastasia e, já na sala de tratamentos, voltou a agredi-la, ameaçando-a. Apesar de Naumov vociferar várias vezes que conseguiria comprovar a sua inocência e que tinha sido ela a primeira a bater-lhe, a agressão foi gravada e o clínico demitido. Naumov trabalhava na instituição há ano e meio e apresentava “comportamento inapropriado” no exercício da profissão. A administração do hospital despediu Naumov.

Impala Instagram


RELACIONADOS