Bebé Matilde já começou tratamento disponível em Portugal

Depois de angariados os dois milhões de euros necessários para pagar o medicamento que pode curar a doença de Matilde, o Estado português revela que vai comparticipar o Zongensma

Bebé Matilde já começou tratamento disponível em Portugal

Depois de angariados os dois milhões de euros necessários para pagar o medicamento que pode curar a doença de Matilde, o Estado português revela que vai comparticipar o Zongensma

A bebé Matilde, que sofre de atrofia espinhal muscular tipo 1, começou esta terça-feira tratamento com um medicamento já existente em Portugal. Trata-se de Spinraza que «é o que está disponível neste momento».

A notícia é avançada pelos pais da menina de dois meses, esta segunda-feira, na página de Facebook que criaram para divulgar o caso e onde revelam atualizações do estado de saúde da filha. Este medicamento vai ajudar para já a «travar» a doença.

Estado vai comparticipar o medicamento mais caro do mundo

Depois de angariados os dois milhões de euros necessários para pagar o medicamento que pode curar a doença de Matilde, o Estado português revela que vai comparticipar o Zongensma. O fármaco, que se encontrava apenas disponível nos Estados Unidos, já pode ser administrado em Portugal e «de forma segura». «A parte burocrática foi ultrapassada», dizem os pais de Matilde, que garantem que o dinheiro angariado «será para outras ‘Matildes’».

Zongensma é uma terapêutica genética experimental que tem apresentado resultados positivos. No entanto, ainda não está provado que os efeitos sejam permanentes.

Matilde melhora «de dia para dia»

Na mesma publicação, pais da bebé escrevem ainda que a filha «já fica mais tempo sem o suporte respiratório». «De dia para dia está melhor.»

Matilde sofre de atrofia muscular espinhal tipo 1 que se caracteriza por perda de força, atrofia muscular, paralisia progressiva e perda de capacidades motoras. Os portadores desta doença têm uma esperança média de vida de dois anos e, apesar de terem os músculos do corpo afetados, mantém as capacidades cognitivas.

LEIA MAIS
Estado de saúde do menino envenenado pela mãe agrava-se
Pais da bebé confirmam que Estado vai comparticipar medicamento

Impala Instagram


RELACIONADOS