Mais de 70 migrantes resgatados no canal da Mancha por autoridades francesas

As autoridades francesas anunciaram ter resgatado hoje no Canal da Mancha 78 migrantes que tentavam atravessá-lo para chegar à costa britânica.

Mais de 70 migrantes resgatados no canal da Mancha por autoridades francesas

Mais de 70 migrantes resgatados no canal da Mancha por autoridades francesas

As autoridades francesas anunciaram ter resgatado hoje no Canal da Mancha 78 migrantes que tentavam atravessá-lo para chegar à costa britânica.

Os serviços de socorro franceses foram primeiro informados de que uma embarcação com migrantes estava em dificuldades na zona do Dyck, ao largo de Dunquerque (norte de França), segundo um comunicado da polícia marítima do canal da Mancha e do mar do Norte.

Os 35 ocupantes, entre os quais cinco mulheres e seis crianças, foram resgatados e transportados para o porto de Calais (norte), pelas 10:00 locais (09:00 de Lisboa).

Depois, ao largo de Touquet (norte), 43 migrantes em dificuldades, incluindo “sete feridos apresentando lesões cutâneas”, foram também socorridos e transportados para o porto vizinho de Boulogne-sur-Mer, onde foram atendidos pelos serviços de urgência locais e ficaram ao cuidado da guarda fronteiriça francesa.

Estas operações de socorro elevam para 236 o número de migrantes resgatados no Canal da Mancha desde sexta-feira.

Desde o final de 2018, as travessias ilegais do canal da Mancha por migrantes tentando entrar no Reino Unido multiplicaram-se, apesar dos avisos repetidos das autoridades sublinhando o perigo relacionado com a densidade do tráfego, as correntes fortes e a baixa temperatura da água.

Em 2020, foram registadas mais de 9.500 travessias ou tentativas de travessia deste tipo, ou seja, quatro vezes mais do que em 2019, segundo um balanço da polícia marítima.

Seis pessoas morreram e três desapareceram, mais do que as quatro mortes ocorridas em 2019.

ANC // MSP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS