Mais de 21.000 pessoas detidas em operação mundial contra fraude digital

Uma operação mundial contra a fraude por telefone ou via digital permitiu prender mais de 21.000 pessoas e intercetar cerca de 126 milhões euros em fundos ilícitos, anunciou hoje a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Mais de 21.000 pessoas detidas em operação mundial contra fraude digital

Mais de 21.000 pessoas detidas em operação mundial contra fraude digital

Uma operação mundial contra a fraude por telefone ou via digital permitiu prender mais de 21.000 pessoas e intercetar cerca de 126 milhões euros em fundos ilícitos, anunciou hoje a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Em comunicado, a Interpol explica que 21.549 suspeitos foram detidos e 310 contas bancárias foram congeladas na sequência desta operação que coordenou durante um ano e que terminou em novembro.

A operação chamada “First Light” iniciou uma fase de preparação de três meses em setembro de 2019 na qual 35 países participaram e foi seguida por um ano de intensa troca de informações.

Segundo aquele organismo, sediado na cidade francesa de Lyon, é a primeira vez que as forças de segurança se articulam à escala global, com ações em cada continente, para lutar contra a fraude no setor das telecomunicações.

Os criminosos agora detidos usavam como métodos para efetivar as burlas o envio de e-mails comerciais falsos ou mensagens de texto por telefone para que as vítimas entregassem informações pessoais que poderiam ser usadas para fins criminosos.

A pandemia covid-19 causou um aumento neste tipo de fraude, levando a Interpol a alertar que embora esta operação tenha sido um sucesso, é necessária uma aliança global para combater estas ameaças.

GC // ZO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS