Mais de 20 pescadores norte-coreanos resgatados pelo Japão após naufrágio

Mais de 20 pescadores norte-coreanos foram resgatados hoje após o naufrágio da sua embarcação, que colidiu com um barco de vigilância japonês, segundo as autoridades japonesas que estão a conduzir a operação de resgate.

Mais de 20 pescadores norte-coreanos resgatados pelo Japão após naufrágio

Mais de 20 pescadores norte-coreanos resgatados pelo Japão após naufrágio

Mais de 20 pescadores norte-coreanos foram resgatados hoje após o naufrágio da sua embarcação, que colidiu com um barco de vigilância japonês, segundo as autoridades japonesas que estão a conduzir a operação de resgate.

O incidente aconteceu a cerca de 350 quilómetros a noroeste da Península de Noto (Japão central), no Mar do Japão e em águas da zona económica exclusiva do Japão, sublinhou em conferência de imprensa um responsável pela Agência Japonesa de Pesca.

As autoridades nipónicas alertaram o navio norte-coreano de que tinha invadido águas japonesas e ordenou que a embarcação deixasse a área, utilizando inclusivamente disparos de canhão de água.

Após a colisão entre as duas embarcações, o navio norte-coreano começou a afundar e a sua tripulação caiu na água, de acordo com as autoridades japonesas.

O navio japonês não sofreu danos significativos e a tripulação saiu ilesa, de acordo com imagens transmitidas pela televisão pública NHK.

Segundo a NHK, a guarda costeira do Japão tentou sem êxito entrar em contacto com as autoridades norte-coreanas para coordenar o repatriamento dos pescadores, que provavelmente serão transferidos para o Japão para serem interrogados.

Nos últimos anos foram registados centenas de casos de navios norte-coreanos que entraram em águas japonesas, bem como de pescadores resgatados pela Guarda Costeira nipónica ou encontrados sem vida após naufrágios.

Acredita-se que os pescadores norte-coreanos frequentemente se afastem das suas costas em busca de maiores capturas, devido à escassez de alimentos no seu país ou para cumprir as quotas de produção estatais.

CSR // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS