Mais de 160 migrantes resgatados em diferentes pontos de Espanha

Mais de 160 migrantes foram resgatados nas últimas horas após a chegada a diferentes pontos de Espanha por via marítima, segundo dados oficiais.

Mais de 160 migrantes resgatados em diferentes pontos de Espanha

Mais de 160 migrantes resgatados em diferentes pontos de Espanha

Mais de 160 migrantes foram resgatados nas últimas horas após a chegada a diferentes pontos de Espanha por via marítima, segundo dados oficiais.

Na cidade espanhola de Ceuta, no norte de África, ascende a 792 o número de migrantes atendidos nos serviços sanitários desde o início da crise migratória, no passado 17 de maio, cinco dos quais ainda estão internados.

De acordo com os dados hoje disponibilizados pelo Instituto Nacional de Gestão da Saúde de Ceuta (INGESA), neste fim de semana 32 pessoas provenientes de Marrocos foram tratadas quer no Hospital Universitário quer no Serviço de Urgência e Atenção Básica e no Serviço de Urgências e Emergências Sanitárias daquela comunidade autónoma espanhola.

O governo autónomo de Ceuta conseguiu, entretanto, identificar, graças à colaboração da Polícia Nacional, 920 menores marroquinos que entraram ilegalmente nos dias 17 e 18 de maio, e que estão distribuídos por três alojamentos, noticiou a agência espanhola Efe.

Por sua vez, nas últimas horas as forças e órgãos de segurança do Estado e do Resgate Marítimo resgataram 166 migrantes que tentavam entrar por barco em Espanha.

No arquipélago das Canárias, o Salvamento Marítimo intercetou três embarcações, um deles no final da tarde de sábado, com 41 pessoas a bordo, incluindo 22 homens, 15 mulheres – três delas grávidas – e quatro crianças – dois deles bebés.

Os 41 migrantes foram resgatados e, posteriormente, desembarcados no cais de Arguineguín, em Las Palmas de Grã Canária, onde receberam assistência da Cruz Vermelha, embora cinco deles, as três grávidas e os dois bebés, tenham sido transferidos para o Hospital Materno Infantil da ilha.

Hoje de manhã, também neste arquipélago, o Salvamento Marítimo, a leste da ilha de Lanzarote, intercetou outra embarcação com 24 migrantes magrebinos, entre os quais podem haver vários menores, bem como duas mulheres.

O dispositivo de emergência foi acionado posteriormente quando se teve sinal de que uma outra embarcação tinha conseguido alcançar a ilhota de Alegranza, a norte de Lanzarote, com 20 pessoas a bordo, incluindo uma mulher e uma criança.

Noutro arquipélago, o das Baleares, no mar Mediterrâneo, 54 migrantes conseguiram chegar à ilha de Maiorca na passada madrugada, em quatro embarcações, três deles intercetados após terem sido detetados por um radar localizado em Ses Salines, naquele arquipélago.

Finalmente, e também na passada madrugada, outras três embarcações, com um total de 27 pessoas a bordo, foram intercetadas na costa da província de Alicante, no sul de Espanha continental, dois em Santa Pola e um terceiro em Benidorm.

As embarcações de Santa Pola, tinham a bordo 14 homens e uma mulher, todos maiores de idade, de nacionalidade argelina e em aparente bom estado de saúde, tendo sido localizados por volta das 02:00 de hoje na Cala de L’Aljub.

O terceiro foi intercetado na costa de Benidorm e nele estavam 12 homens de origem argelina, também de boa saúde.

Os ocupantes das embarcações foram transferidos para o porto de Alicante para tratamento e teste à covid-19 que, no caso dos ocupantes das embarcações localizadas em Santa Pola, resultaram todos negativos, noticiou a agência Efe.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS