Macau volta a subir alerta de tempestade, estado de prevenção imediata e aulas suspensas

Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau (SMG) subiram hoje o alerta de tempestade tropical para sinal 8 e o território entrou em estado de prevenção imediata, com as escolas a suspenderem as aulas.

Macau volta a subir alerta de tempestade, estado de prevenção imediata e aulas suspensas

Macau volta a subir alerta de tempestade, estado de prevenção imediata e aulas suspensas

Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau (SMG) subiram hoje o alerta de tempestade tropical para sinal 8 e o território entrou em estado de prevenção imediata, com as escolas a suspenderem as aulas.

As autoridades voltaram ainda a alertar para a possibilidade de inundações nas zonas baixas da cidade.

O sinal 8 foi emitido às 07:30 (00:30 em Lisboa), numa altura em que a tempestade tropical Nangka continuava a aproximar-se de Macau e estava a pouco mais de 400 quilómetros a sul do território.

Nas pontes, o vento pode atingir, ocasionalmente, o nível forte, com rajadas que podem chegar aos 180 quilómetros por hora.

Todas as atividades educativas dos ensinos infantil, primário, secundário e especial foram suspensas durante todo o dia, informou a Direção dos Serviços de Educação e Juventude.

Os Serviços de Saúde abriram de forma especial os centros de saúde de Tap Seac, Fai Chi Kei, Areia Preta, Ilha Verde, São Lourenço, Jardins do Oceano, Nossa Senhora do Carmo-Lago, o Posto de Saúde de Coloane e o Posto de Saúde Provisório de Seac Pai Van, para prestar apenas serviços de urgência.

Ficaram suspensos os serviços do Centro de Saúde do Porto Interior, do Centro de Exame Médico para Funcionários Públicos e do Centro de Prevenção e Tratamento de Tuberculose.

Vinte parques de estacionamento públicos situados nas áreas baixas de Macau vão ser encerrados às 08h30 (01:30 em Lisboa) e o serviço do metro ligeiro foi interrompido, com o transporte público de autocarro também a ser suspenso nas próximas horas.

Os proprietários de lojas nas zonas baixas da cidade foram alertados para a probabilidade de inundações e a tomarem “medidas preventivas adequadas”, mantendo o aviso azul de ‘Storm Surge’ (maré de tempestade). A altura de inundação prevista é de cerca de 0,4 metros, acrescentaram.

O SMG adiantou ainda que é baixa a possibilidade de subir para o nível 9 de alerta de tempestade tropical.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, que são emitidos tendo em conta a proximidade da tempestade e a intensidade dos ventos.

Para este ano, as autoridades de Macau disseram prever quatro a seis tempestades tropicais no território, algumas delas podendo mesmo “atingir o nível de tufão severo ou super tufão”.

Desde 2017, dois tufões obrigaram as autoridades a emitir o alerta máximo. Em setembro de 2018, a passagem do tufão Mangkhut por Macau deixou prejuízos económicos diretos e indiretos no valor de 1,74 mil milhões de patacas (180 milhões de euros).

O Mangkhut provocou 40 feridos e inundações graves no território, onde o sinal máximo de tempestade tropical esteve içado várias horas. Ao todo, as autoridades retiraram 5.650 cidadãos das zonas baixas e 1.346 pessoas recorreram a centros de abrigo de emergência.

Um ano antes, o tufão Hato (posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais), apesar de se caracterizar pela mesma intensidade do Mangkhut, causou 10 mortos, 240 feridos e prejuízos avaliados em 12,55 mil milhões de patacas (1,32 mil milhões de euros).

JMC // PTA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS