Macau avalia prejuízos do tufão Mangkhut em mais de 190 milhões de euros, segundo novo balanço

O tufão Mangkhut que passou por Macau em meados de setembro causou prejuízos económicos diretos e indiretos no valor de 1,74 mil milhões de patacas (192 milhões de euros), anunciaram hoje as autoridades em novo balanço.

Macau avalia prejuízos do tufão Mangkhut em mais de 190 milhões de euros, segundo novo balanço

Macau avalia prejuízos do tufão Mangkhut em mais de 190 milhões de euros, segundo novo balanço

O tufão Mangkhut que passou por Macau em meados de setembro causou prejuízos económicos diretos e indiretos no valor de 1,74 mil milhões de patacas (192 milhões de euros), anunciaram hoje as autoridades em novo balanço.

O anterior balanço apontava para 1,55 mil milhões de patacas (170,77 milhões de euros), sendo que os prejuízos diretos alcançaram 520 milhões de patacas (57,1 milhões de euros) e os indiretos 1,03 mil milhões de patacas (113,2 milhões de euros).

No comunicado hoje divulgado, a Direção dos Serviços de Estatísticas e Censos aponta que os danos diretos atingiram as 691 milhões de patacas e os indiretos 1,05 mil milhões de patacas, ou seja, no total mais 186 milhões de patacas do que no anterior balanço.

Em meados de setembro, o tufão Mangkhut provocou 40 feridos e inundações graves no território, onde o sinal máximo de tempestade tropical esteve içado várias horas.

Ao todo, as autoridades retiraram 5.650 cidadãos das zonas baixas e 1.346 pessoas recorrerem aos 16 centros de abrigo de emergência.

Um ano antes, em 2017, o tufão Hato (posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais), apesar de se caraterizar pela mesma intensidade do Mangkhut, provocou dez mortos, 240 feridos e prejuízos avaliados em 12,55 mil milhões de patacas (1,3 mil milhões de euros).

MIM // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS