Jovens sentem-se mais sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos

Estudo realizado no Reino Unido revela que os jovens têm mais probabilidade de se sentirem sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos.

Jovens sentem-se mais sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos

Jovens sentem-se mais sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos

Estudo realizado no Reino Unido revela que os jovens têm mais probabilidade de se sentirem sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos.

Um estudo realizado no Reino Unido, e citado pelo site iNews, revela que os jovens se sentem mais sozinhos do que os idosos acima dos 75 anos. Os números mostram que 8% dos jovens entre os 16 e os 25 anos de idade dizem que se sentem sozinhos «muitas vezes» ou «sempre». A percentagem dos idosos que respondeu o mesmo é mais baixa, 3%.

LEIA DEPOIS
Adolescente holandesa suicida-se com autorização dos pais após anos de depressão

As crianças são o grupo mais preocupante

As crianças são um grupo mais preocupante, segundo esta investigação. 14% dos jovens entre os 10 e os 12 anos de idade dizem que se sentem sozinhos muitas vezes. Este estudo pretendeu avaliar a solidão no Reino Unido e os especialistas concluem que um dos problemas é a existência de mais linhas de apoio para as pessoas mais velhas do que para os jovens. Desta forma, os idosos têm uma maior consciência sobre os recursos e a ajuda que dispõe e isso pode ter influência nos números apresentados pela investigação.

«As pessoas não conseguem encontrar um sentido para a vida»

Alberto Lopes, psicólogo e presidente da APHCH (Associação Portuguesa de Hipnose Clínica e Hipnoanálise), acredita que «há mais depressões agora do que no passado». «Vivemos numa sociedade de abundância, mas as pessoas não conseguem encontrar um sentido para a vida. Qualquer caminho serve… E quando chegamos a esta situação, entramos em depressão.» O especialista explica que a «tristeza é um sentimento que pertence ao ser humano», mas «o problema é permanecer neste estado emocional por longos períodos». «Não podemos evitar a dor. Mas podemos trabalhar o sofrimento», conclui.

Uma das razões que impede alguém de ultrapassar uma depressão é o facto de não conseguir encontrar uma causa para o sofrimento. «Todas as dores são suportáveis, se lhe atribuirmos um sentido», explica. «Quando a pessoa não sabe por que é que está a sofrer, culpa-se e entra num ciclo em que se sente frustrada e triste.» A hipnose «permite perceber onde começou a dor, seja na infância ou em outro qualquer momento ou fase do passado».

LEIA MAIS
Hipnose pode ser a alternativa para a cura da depressão
Ambulâncias do INEM paradas por falta de técnicos

 

Impala Instagram


RELACIONADOS