Porto. Jovem violada pelo pai com consentimento da mãe

Jovem denunciou o pai em 2018, mas por «pressão familiar» disse que inventou tudo e o caso foi arquivado. A menor regressou a casa e foi novamente violada.

Porto. Jovem violada pelo pai com consentimento da mãe

Porto. Jovem violada pelo pai com consentimento da mãe

Jovem denunciou o pai em 2018, mas por «pressão familiar» disse que inventou tudo e o caso foi arquivado. A menor regressou a casa e foi novamente violada.

Uma jovem de 14 anos denunciou os abusos sexuais que era vítima por parte do pai em 2018, mas, após a queixa, a menor disse que tinha inventado tudo e o caso foi arquivado. Regressou à companhia dos pais e dos irmãos, e voltou a ser violada pelo pai. A mãe da jovem sabia de tudo, mas não impediu o progenitor de cometer os abusos sexuais, segundo a acusação do Ministério Público (MP), citada pelo Diário de Notícias.

LEIA DEPOIS

Ator de Breaking Bad morre aos 78 anos

Jovem volta a ser violada e grava em vídeo os abusos

O caso foi parar à Polícia Judiciária e desta vez com uma prova diferente. A jovem terá gravado com o telemóvel os abusos sexuais. A gravação foi admitida por se tratar de uma prova importante para a descoberta da verdade. O MP acusa o pai da jovem, que está em prisão preventiva, de sete crimes de abuso sexual agravado e seis crimes à mãe da menor. Os dois suspeitos vão ser julgados este mês no Porto.

Denuncia o pai, mas muda de discurso, depois de ser «fortemente pressionada por familiares»

A jovem foi institucionalizada, em 2017, depois de suspeitas de maus-tratos cometidos pelo pai. Nessa altura, denunciou que era vítima de abusos sexuais, mas em 2018 mudou de discurso e disse que se tratava de uma falsa denúncia, e que tinha inventado tudo após se zangar com os pais. Os relatórios periciais não foram conclusivos e o caso foi arquivado. Agora, o MP diz, citado pela mesma publicação, que a menor «alterou o relato» após ter sido «fortemente pressionada» por familiares.

Mãe agarra no pulso da menor e ordena-lhe que vá ter com o pai ao quarto

Após regressar a casa, a mãe agarrou a menor pelo pulso e ordenou que fosse ter com o pai ao quarto. Desde a primeira queixa, a jovem foi vítima de mais quatro abusos sexuais. «Sempre de igual modo e com conhecimento da mãe.»

A confirmação dos relatórios periciais de natureza sexual e o silêncio dos pais quando ouvidos pelas autoridades judiciais, levaram ao desenrolar de uma investigação avançou rapidamente. Os pais da menor foram detidos em janeiro e a jovem encontra-se de novo institucionalizada.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para domingo, 13 de outubro

Impala Instagram


RELACIONADOS