Jovem de 21 anos morre após ser picada por inseto na Bélgica

Oriana Pepper era piloto em formação, e morreu três dias depois de ser picada por um inseto. Começou a delirar e seguiram-se dificuldades em falar.

Jovem de 21 anos morre após ser picada por inseto na Bélgica

Jovem de 21 anos morre após ser picada por inseto na Bélgica

Oriana Pepper era piloto em formação, e morreu três dias depois de ser picada por um inseto. Começou a delirar e seguiram-se dificuldades em falar.

Uma piloto estagiária de 21 anos morreu depois de ter sido picada por um inseto e ter desenvolvido uma infeção que se espalhou para o cérebro, revela o inquérito. Oriana Pepper perdeu a vida cinco dias após ter sido mordida enquanto estava em Antuérpia, na Bélgica, em julho passado. O médico legista Nigel Parsley, disse que foi uma “tragédia infeliz para uma jovem que claramente tinha uma carreira maravilhosa pela frente”. A viagem foi feita como parte do treino para ser piloto de aviação comercial da EasyJet.

Delírios, dificuldades em falar e colapso

Segundo a BBC, logo após a picada, a 7 de julho, deslocou-se ao hospital, tendo sido medicada. Três dias depois, e já com delírios e dificuldades em falar ficou internada após desmaiar. O relatório conclui agora que a causa da morte foi obstrução dos vasos sanguíneos, resultado de uma infeção causada por uma bactéria chamada staphylococcus aureus agravada por uma picada de inseto. Os pais da jovem vieram já informar que foi criada uma parceria com a British Women Pilots’ Association – uma bolsa de estudos – para “encorajar outras mulheres pilotos” a seguir a profissão da filha.

Theresa Knorr, a pior mãe do mundo que torturou e matou os filhos
Theresa Knorr casou-se aos 16 anos e aos 17 já era mãe. Matou o marido após este ter ameaçado deixá-la. Além disso, torturou – das formas mais cruéis possíveis e imaginárias – e matou vários filhos. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS