Jorge Jesus rumou ao Flamengo contra vontade do agente: «Penso pela minha cabeça»

Técnico português assumiu o comando da equipa Flamengo há cinco meses

Jorge Jesus rumou ao Flamengo contra vontade do agente: «Penso pela minha cabeça»

Jorge Jesus rumou ao Flamengo contra vontade do agente: «Penso pela minha cabeça»

Técnico português assumiu o comando da equipa Flamengo há cinco meses

Jorge Jesus venceu este sábado, 23 de novembro, a Taça de Libertadores – a principal competição de clubes da América do Sul – e revelou que o agente e os amigos mais próximos lhe disseram para não aceitar o cargo de treinador do Flamengo.

LEIA DEPOIS
Matilha de cães cai de precipício para cumprir ordem de caçador [vídeo]

«Quando tomei esta decisão [de vir para o Flamengo] fui contra o meu agente, a maior parte dos meus amigos dizia: ‘Vais para um campeonato onde os treinadores não estão uma semana’. Mas eu tinha muita convicção do meu trabalho e também conhecia muito bem a equipa do Flamengo. Conhecia os jogadores e tudo foi conjugado com o sentido de que poderia acontecer. Podia não acontecer, mas havia talento e estrutura para que pudéssemos fazer o que fizemos hoje», disse o técnico da equipa brasileira, em declarações à Fox Sports Brasil.

«Penso pela minha cabeça, nunca pela dos outros»

«Principalmente o meu agente, achava que não devia tomar esta opção. Tinha clubes na Europa para poder treinar, concretamente em Inglaterra. Aceitei este desafio e em boa hora. Mais uma vez, penso sempre pela minha cabeça, nunca pela dos outros», salientou.

Questionado sobre se este era o melhor da sua carreira, Jesus remata: «Ainda não é o melhor ano da minha carreira. Ganhei uma Libertadores, um troféu muito importante, se ganhar o campeonato brasileiro e o campeonato do mundo de clubes, aí não tenho dúvidas de que é o meu melhor ano como treinador.»

Veja as declarações aqui

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este domingo, 24 de novembro

Impala Instagram


RELACIONADOS