Jogador de xadrez acusado de usar vibrador anal obrigado a inspeção minuciosa

Hans Niemann terá usado um vibrador anal para receber instruções. Agora, foi obrigado a passar por uma minuciosa inspeção com detetor de metais.

Jogador de xadrez acusado de usar vibrador anal obrigado a inspeção minuciosa

Hans Niemann terá usado um vibrador anal para receber instruções. Agora, foi obrigado a passar por uma minuciosa inspeção com detetor de metais.

Serve para aquilo que sabe, mas o jogador de xadrez Hans Niemann, de 19 anos, terá descoberto mais uma utilidade para o vibrador anal com comando à distância. Depois de derrotar o ex-campeão mundial Magnus Carlsen, de 31 anos, instalou-se a polémica. Afinal, um iniciante como Hans bater um grande mestre como Magnus era algo considerado (quase) impossível. Depois de abandonar a partida, Carlsen alegou que algo não batia certo. Como Niemann já admitiu que, noutras ocasiões, quando tinha 12, fez batota, as teorias dispararam.

A que ganhou mais força, uma vez que os jogadores são totalmente revistados antes das partidas, foi a de que o jovem teria utilizado um vibrador anal com comando à distância para receber instruções codificadas por vibrações. Ao Daily Mail, negou as acusações. “Não fiz batota. Se quiserem que jogue totalmente nu, aceito. Não me importo. Porque sei que estou inocente. Se quiserem que eu jogue numa caixa fechada com bloqueio de transmissão eletrónica, não me importo. Estou aqui para vencer de forma limpa e esse é o meu único objetivo”, disse.

«Verifique a parte de trás»

Agora, na chegada ao Campeonato de Xadrez dos Estados Unidos, na passada terça-feira, 4 de outubro, foi alvo de uma revista bem mais minuciosa do que os restantes jogadores. As cenas foram transmitidas em direto YouTube e houve quem não resistisse a uma boa dose de humor. “Bip, bip, bip”, brincou um. “Scaneie bem. Verifique a parte de trás”, disse outro.  “Ele está nervoso”, concluiu um outro internauta.

Impala Instagram


RELACIONADOS