Irmãos adotados por dois pais passam primeiro Natal em família

Rafael e Pedro, de 41 e 43 anos respetivamente, estão casados desde 2011 e, desde então, sonhavam em construir uma família. Inicialmente pensaram em adotar só uma criança, mas não resistiram quando conheceram os quatro irmãos.

Irmãos adotados por dois pais passam primeiro Natal em família

Irmãos adotados por dois pais passam primeiro Natal em família

Rafael e Pedro, de 41 e 43 anos respetivamente, estão casados desde 2011 e, desde então, sonhavam em construir uma família. Inicialmente pensaram em adotar só uma criança, mas não resistiram quando conheceram os quatro irmãos.

Rafael e Pedro, de 41 e 43 anos respetivamente, estão casados desde 2011 e, desde então, sonhavam em construir uma família numerosa e feliz. “Não só em número, mas com amor, afeto e cuidado”, explicam.

Inicialmente o objetivo passava por adotar apenas uma criança, mas a história mudou de rumo assim que conheceram a família de quatro irmãos. Pode-se dizer que foi amor à primeira vista: “Logo no início, quando visitámos a instituição, ficámos encantados. Fomos conquistados pelos irmãos e hoje eles são nossos filhos”, disse Rafael.

As crianças de 2, 3, 6 e 7 anos viviam num Sistema de Acolhimento na cidade de Parintins, no Amazonas. Este foi o primeiro Natal dos jovens com a nova família.

O casal falou ainda sobre os primeiros meses como pais. “Temos algumas dificuldades, como qualquer pai tem, mas essas dificuldades, para nós, são pouquíssimas e ínfimas frente ao amor, que é recíproco, e que se solidifica a cada dia, como sempre sonhámos”.

Um dos pais é português

Pedro Miguel de Souza nasceu em Portugal e é costureiro de profissão. Lembra que o processo de adoção teve início em 2017, tendo posteriormente passado por várias etapas, que incluíram cursos e atividades. “Fomos muito bem recebidos e instruídos pelos profissionais da Comarca de Parintins. Eles prepararam-nos e deram-nos habilitações fundamentais. Após os devidos trâmites legais, ficámos qualificados para a possibilidade de adotar”, adiantou em entrevista ao portal A Crítica.

O português de 43 anos lembrou ainda que a mãe, Judite Castanheira, de 66 anos, mudou-se para Parintins para ajudar o casal a criar as crianças.

LEIA MAIS
Homem cego ‘sente’ o filho pela primeira vez graças a ecografia bordada

Impala Instagram


RELACIONADOS