IP2 reabre ao trânsito após acidente que fez uma vítima mortal

O Itinerário Principal (IP) 2 reabriu ao trânsito às 12h06 na zona de Évora, após quatro horas cortado devido a uma colisão entre um camião e um automóvel, que provocou um morto e um ferido grave.

IP2 reabre ao trânsito após acidente que fez uma vítima mortal

IP2 reabre ao trânsito após acidente que fez uma vítima mortal

O Itinerário Principal (IP) 2 reabriu ao trânsito às 12h06 na zona de Évora, após quatro horas cortado devido a uma colisão entre um camião e um automóvel, que provocou um morto e um ferido grave.

O Itinerário Principal (IP) 2 reabriu ao trânsito às 12h06 na zona de Évora, após quatro horas cortado devido a uma colisão entre um camião e um automóvel, que provocou um morto e um ferido grave. Fonte da GNR referiu à Lusa que a circulação foi restabelecida às 12h06, após a remoção de destroços e limpeza da via, perto de S. Manços, concelho de Évora, onde ocorreu o acidente. Contudo, a estrada ainda poderá ser novamente cortada para que o camião envolvido no acidente seja rebocado, referiu a fonte.

LEIA DEPOIS
Risco de suicídio diminui com aumento do salário mínimo

Menino continua em observação

O acidente, para o qual foi dado o alerta às 08H03, resultou da colisão entre um camião e um automóvel, no IP2, junto à localidade de São Manços, provocando a morte de uma mulher, de 39 anos, e ferimentos graves no filho, de 10.  Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora adiantou à Lusa que o óbito da mulher foi declarado no local e que a criança foi transportada para as urgências do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

Contactado pela agência noticiosa, o Gabinete de Comunicação do HESE referiu que o menino “continua em observação” na unidade hospitalar e encontra-se “estável”. As operações de socorro mobilizaram os Bombeiros de Évora, GNR e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num total de 16 operacionais, apoiados por oito veículo, incluindo a viatura médica de emergência e reanimação (VMER).

LEIA MAIS
Tragédia do Meco | Estado português condenado a pagar indemnização a família de uma das vítimas
Morreu Eugénio Barreiros, fundador da banda Jafumega

Impala Instagram


RELACIONADOS