Incêndios na Alemanha, República Checa, França e Espanha

Centenas de bombeiros combatem incêndios na Alemanha Oriental, na vizinha República Checa, em França e Espanha, obrigando a evacuar zonas turísticas e residenciais.

Incêndios na Alemanha, República Checa, França e Espanha

Incêndios na Alemanha, República Checa, França e Espanha

Centenas de bombeiros combatem incêndios na Alemanha Oriental, na vizinha República Checa, em França e Espanha, obrigando a evacuar zonas turísticas e residenciais.

Um grande incêndio em zona de floresta está a alastrar rapidamente em Brandenburg, no leste da Alemanha, numa área onde os bombeiros têm de ter especial cuidado, por existirem munições enterradas da II Guerra Mundial.

O incêndio de Elbe-Elster já destruiu uma área de cerca de 850 hectares e continua a galgar devido aos ventos fortes, com mudanças de direção.

Sete bombeiros ficaram feridos e quatro tiveram de receber tratamento hospitalar por terem inalado fumo.

O serviço de eliminação de engenhos explosivos delimitou uma pequena área perto da aldeia de Rehfeld por ser um local onde antigas munições podem estar enterradas e as chamas estão a ser combatidas por helicópteros, por os bombeiros não poderem entrar nessa zona.

Mais de 350 bombeiros encontram-se mobilizados e cerca de 300 pessoas de várias aldeias tiveram de ser deslocadas.

Mais a sudeste, bombeiros de vários países juntaram forças para combater um incêndio num parque nacional no norte da República Checa que se espalhou para o estado da Saxónia, na vizinha Alemanha.

O incêndio no parque da Boémia Suíça deflagrou no domingo e já consumiu cerca de 1000 hectares.

Não há relato de feridos, mas cerca de 100 pessoas tiveram de ser hoje retiradas da cidade checa de Vysoka Lipa, depois de 80 pessoas terem sido deslocadas da cidade fronteiriça de Hrensko e outras da aldeia de Mezna, onde as chamas destruíram ou danificaram várias casas, disse o porta-voz dos bombeiros, Lukas Marvan.

Dezenas de crianças alemãs foram retiradas de um campo de férias no lado checo da fronteira e transportadas de volta para a Alemanha.

Segundo o ministro do Interior, Vit Rakusan, “a situação é muito grave”, acrescentando que vários países vizinhos responderam ao pedido de ajuda da República Checa.

No sul de França, em Motpellier, um incêndio florestal devastou pelo menos 500 hectares e está a mobilizar cerca de 500 operacionais.

Na cidade de Aumelas foram deslocados 30 residentes e retirados 150 convidados de um casamento em Chateau Bas, enquanto duas estradas foram cortadas devido ao fogo.

Em Calles, Valência, Espanha, foram programados voos com aviões não tripulados durante toda a noite para controlar os focos que forem surgindo e continuam no terreno os meios de combate terrestre, num incêndio que já reduziu a cinzas cerca de 200 hectares.

Durante o dia os meios aéreos fizeram na área 190 descargas de água com retardador, para reduzir as chamas e evitar que o fogo progrida e avance em outras frentes.

Na zona de Alcotas, residentes tiveram de sair das suas casas e só poderão regressar quando o incêndio estiver controlado.

AYR // RBF

Lusa/Fim.

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS