Incêndio atinge património da UNESCO

Um incêndio deflagrou de madrugada no histórico Castelo de Shuri, no Japão.

Incêndio atinge património da UNESCO

Incêndio atinge património da UNESCO

Um incêndio deflagrou de madrugada no histórico Castelo de Shuri, no Japão.

Um incêndio deflagrou esta quinta-feira, 31 de outubro, de madrugada no histórico Castelo de Shuri, em Okinawa, no Japão, tendo as chamas já destruído o salão principal e outras estruturas deste monumento que é património da UNESCO, anunciaram as autoridades.

LEIA DEPOIS
Desvendadas as razões que levaram ao assassinato do português em França

O alerta para o incêndio foi dado às 02h40 (17h40 de quarta-feira, em Lisboa) e o combate às chamas ainda mobiliza a esta hora vários operacionais. O fogo, que teve início no salão principal, Seiden, já consumiu 4200 metros quadrados do complexo, de acordo com a emissora NHK.

Não há, até ao momento, registo de feridos, mas 30 pessoas foram retiradas das suas casas e transferidas para locais mais seguros, disse o porta-voz da polícia de Okinawa, Ryo Kochi. As causas do incêndio ainda estão a ser apuradas. Além do salão principal, as chamas já consumiram o salão norte (Hokuden) e uma terceira estrutura, Nanden, está quase destruída.

Monumento é símbolo de luta e esforço

O castelo é um símbolo da herança cultural de Okinawa desde a época do Reino de Ryukyu, que se estendeu por cerca de 450 anos, de 1429 até 1879, quando a ilha foi anexada pelo Japão. O monumento é também um símbolo da luta e do esforço de Okinawa para se recuperar da Segunda Guerra Mundial. O palácio foi destruído durante a Batalha de Okinawa, em 1945, mas foi amplamente restaurado em 1992 e abriu depois como um parque nacional.

Em 2000, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) declarou o castelo como Património Mundial da Humanidade.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quinta-feira, 31 de outubro

Impala Instagram


RELACIONADOS