Homem tranca mais de 20 mulheres numa casa e arrasta-as para a prostituição

Raymond Rodrio III é acusado de tráfico sexual depois de ter trancado mais de 20 mulheres numa casa, obrigando-as a prostituírem-se em vários motéis.

Homem tranca mais de 20 mulheres numa casa e arrasta-as para a prostituição

Homem tranca mais de 20 mulheres numa casa e arrasta-as para a prostituição

Raymond Rodrio III é acusado de tráfico sexual depois de ter trancado mais de 20 mulheres numa casa, obrigando-as a prostituírem-se em vários motéis.

Um homem, de 48 anos, admitiu esta semana, em tribunal, que prendeu mais de 20 mulheres na cave de casa dos pais, em Long Island, nos Estados Unidos. As vítimas, com idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, eram obrigadas a prostituir-se em vários motéis da zona, depois de Raymond Rodrio III as drogar.

LEIA DEPOIS
Revolut | Saiba se é necessário declarar as contas no seu IRS

Aliciava as vítimas com droga

O caso remonta a agosto de 2018, altura em que Raymond  foi detido depois de a polícia o mandar parar durante uma operação de trânsito. Durante as buscas ao automóvel as autoridades descobriram que a mulher que o acompanhava tinha sido capturada e obrigada a prostituir-se. E não era caso único.

O suspeito aliciava as vítimas com droga, levando-as para sua casa com o intuito de lhe oferecer mais material. Assim que as apanhava na sua zona de conforto, o lar dos pais, trancava-as numa cave e obrigava-as a prostituírem-se. Segundo a acusação,  citada pelo Daily Mail, o homem obrigava-as a usar um balde para fazerem as necessidades básicas. Caso alguma delas recusasse, Rodrigo partia para a violência física.

As autoridades acreditam que progenitores do suspeito, ambos com 74 anos, não sabiam o esquema montado pelo filho,  pois a cave tinha uma fechadura e Raymond era o único detentor da chave.

Acusado de tráfico sexual, tráfico de estupefacientes e promoção de prostituição, Raymond – que se declarou culpado na barra do tribunal – incorre numa pena até nove anos de prisão e cinco em liberdade condicional. A sentença será lida em março.

LEIA MAIS
Menino que foi empurrado do 10.º andar da Tate Modern já consegue mexer-se com «muita ajuda»
Apresentador britânico casado com mulher assume ser homossexual

Impala Instagram


RELACIONADOS