Homem entrega-se à polícia pelo homicídio em festa de Cabeceiras de Basto

Homem entrega-se à polícia pelo homicídio em festa de Cabeceiras de Basto

O presumível autor do disparo que vitimou hoje um homem em Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto, entregou-se às autoridades e está detido nas instalações da Polícia Judiciária (PJ) de Braga.

O presumível autor do disparo que vitimou este domingo, dia 8 de julho, um homem em Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto, entregou-se às autoridades e está detido nas instalações da Polícia Judiciária (PJ) de Braga.

Fonte da PJ de Braga disse à Lusa que o homem, após o disparo fatal, fugiu do local, tendo sido detetado durante a tarde e acabou por se entregar à PJ.

As autoridades, explicou a fonte, detetaram o homem, que estava escondido, e convenceram-no a entregar-se. O homicídio aconteceu na madrugada de hoje no final de uma festa, após um desentendimento entre vizinhos.

O alerta foi dado às 06:43 e a vítima é um homem de 34 anos, cujo óbito foi declarado no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Guimarães.

Segundo adiantou à agência Lusa, esta manhã, fonte do Comando Territorial de Braga da GNR, o homicídio ocorreu na rua do Arco no final da Festa Branca, na sequência de um desentendimento entre os dois envolvidos, que “eram da mesma freguesia, pelo que provavelmente seriam conhecidos”.

“O suspeito abandonou o local e foi buscar a arma”, explicou a GNR, tendo então regressado e disparado sobre a vítima.

Segundo a fonte, o homicida abandonou de seguida o local numa viatura, que foi localizada ainda durante a manhã.

A fonte da PJ confirmou que o presumível autor do crime é da mesma localidade que a vítima, Arco de Baúlhe.

LEIA MAIS: GNR de Braga apreendeu 14 automóveis, 300 mil euros e cinco quilos de ouro

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Homem entrega-se à polícia pelo homicídio em festa de Cabeceiras de Basto

O presumível autor do disparo que vitimou hoje um homem em Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto, entregou-se às autoridades e está detido nas instalações da Polícia Judiciária (PJ) de Braga.