Homem detido e 30 fardos de haxixe apreendidos em águas internacionais

Um homem foi detido e 30 fardos de haxixe e uma embarcação de recreio apreendidos em águas internacionais por “fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes”, divulgou hoje a Autoridade Marítima Nacional (ANM).

Homem detido e 30 fardos de haxixe apreendidos em águas internacionais

Homem detido e 30 fardos de haxixe apreendidos em águas internacionais

Um homem foi detido e 30 fardos de haxixe e uma embarcação de recreio apreendidos em águas internacionais por “fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes”, divulgou hoje a Autoridade Marítima Nacional (ANM).

Um homem foi detido e 30 fardos de haxixe e uma embarcação de recreio apreendidos em águas internacionais por “fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes”, divulgou hoje a Autoridade Marítima Nacional (ANM).

Em comunicado, a ANM explica que a operação marítima de combate ao tráfico internacional, que envolveu a PJ, a Força Aérea Portuguesa, a Autoridade Marítima e a Marinha Nacional, “logrou identificar e apreender uma embarcação de recreio, tripulada, por fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes”.

Segundo a ANM, os 30 fardos de estupefacientes têm um peso total de 110 quilos e seguiam a bordo de uma embarcação de recreio com pavilhão português. “Na sequência de uma monitorização aérea efetuada por uma aeronave da Força Aérea, constatou-se uma situação suspeita de transporte de estupefacientes por via marítima, a cerca de 50 milhas náuticas (aproximadamente 92 quilómetros) a sul do território continental”, explica o texto.

Foram usadas lanchas para efetuar captura

De imediato, salienta a ANM, foi “desencadeada uma operação conjunta, em articulação entre o Comando Regional da Policia Marítima do Sul e a Polícia Judiciária, com empenhamento de duas embarcações de alta velocidade da Polícia Marítima, uma lancha de assalto rápido, com elementos do pelotão de abordagem da Marinha e da Polícia Marítima, e uma lancha de fiscalização rápida da Marinha”.

Após a abordagem “bem sucedida à embarcação suspeita” e das apreensões e detenção, a embarcação foi conduzida para o porto de Faro. O detido, com cerca de 35 anos, será presente no Tribunal em Loulé. A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária, no âmbito de um inquérito cuja direção está a cargo do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

Impala Instagram


RELACIONADOS