Homem condenado por agredir e vigiar ex-mulher

Homem, de 35 anos, foi condenado por violência doméstica contra a ex-companheira. Os episódios de agressão aconteceram mesmo quando a mulher estava grávida.

Homem condenado por agredir e vigiar ex-mulher

Homem condenado por agredir e vigiar ex-mulher

Homem, de 35 anos, foi condenado por violência doméstica contra a ex-companheira. Os episódios de agressão aconteceram mesmo quando a mulher estava grávida.

Um homem, de 35 anos, foi detido, na Maia, quarta-feira por violência doméstica à ex-companheira, de 36 anos. A GNR apurou que durante o tempo de relação, de 13 anos, os episódios de agressão terão acontecido mesmo quando a mulher estava grávida dos dois filhos, fruto da relação.

Leia depois
Diana Fialho e Iúri Mata conhecem hoje sentença

Após o detido ter sido presente ao Tribunal Judicial de Matosinhos, foram-lhe aplicadas medidas de coação de proibição de contato e aproximação da vítima. Não se podendo, portanto, aproximar-se num raio de pelo menos 500 metros. O controlo será feito à distância, através de pulseira eletrónica.

Homem vigiava mulher no trabalho

O Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto apurou ainda que o homem terá colocado câmaras de vigilância no local de trabalho da vítima. E adquirido uma arma de fogo. Em comunicado, a GNR explica que, «perante os factos, foram cumpridos dois mandados de busca». Foi feita «a busca domiciliária e uma a um veículo». Nessas missões, foi «apreendida uma arma de fogo e três munições».

Leia mais
Previsão do tempo para sábado, 20 de julho
Rapaz de 14 anos atropelado por comboio depois de ser vítima de bullying

Impala Instagram


RELACIONADOS