Abusa do filho menor em praia de Tavira em frente a várias pessoas e fica em liberdade

O homem não foi apresentado a juiz.

Abusa do filho menor em praia de Tavira em frente a várias pessoas e fica em liberdade

Abusa do filho menor em praia de Tavira em frente a várias pessoas e fica em liberdade

O homem não foi apresentado a juiz.

O homem que terá abusado sexualmente do filho menor numa praia em Tavira foi libertado e não foi apresentado a juiz. O bancário, de 42 anos, ficou com a medida de coação de termo de identidade e residência.

A Polícia Judiciária (PJ) considerou o suspeito indiciado por um crime de abuso sexual agravado, mas o Ministério Público não aplicou outras medidas e vai prosseguir a investigação sem o apoio da PJ.

Homem foi detido depois de ter sido apanhado por banhistas a abusar do filho

O homem foi detido no dia 3 de junho, depois de ter sido apanhado, por pessoas que se encontravam na praia, a abusar do filho menor numa praia de nudistas, em Tavira, Algarve. «Os factos ocorreram em plena luz do dia, cerca das 18 horas, numa praia, em Tavira, na zona do areal onde se pratica nudismo, tendo sido presenciados por vários naturistas que ali se encontravam, que interpelaram o autor e chamaram as autoridades», refere a força de segurança em comunicado.

O detido é bancário de profissão e não tem antecedentes criminais. A PJ recolheu depoimentos de várias testemunhas, incluindo vídeos que acabaram por não ser considerados devido à má qualidade.

LEIA MAIS
Menino envenenado pela mãe está em coma induzido
Hospital engana-se e desliga máquinas de paciente errado

 

Impala Instagram


RELACIONADOS