Guarda prisional despede-se e vai de férias com prisioneiro [fotos]

O ex-recluso afirma ter tido as melhores semanas da sua vida de férias na Turquia com a guarda prisional, que ficou muito mal vista pelos colegas de trabalho na cadeia.

Uma mulher guarda prisional demitiu-se da cadeia para passar férias com um prisioneiro. Kristi Davidson, de 24 anos, deixou o estabelecimento prisional de Addiewell, na Escócia, quando o reclusos Jamie Bunting, de 31 anos, foi libertado.

LEIA MAIS: Guarda prisional apanha reclusos com telemóveis e carregadores no ânus

Basta ver uma das fotografias da galeria que o agora casal partilhou nas redes sociais durante umas férias na Turquia. Fonte daquela cadeia disse ao jornal The Sun:  «De facto eles são mesmo um casal e juntaram-se tão rapidamente depois de os dois terem saído da cadeia. Mas parece que algo pode ter acontecido enquanto ela estava a trabalhar. Ela deixou o trabalho um ou dois dias depois de o recluso ser libertado e depois foram vistos em férias.»

A mesma pessoa revelou ainda:  «Ela ainda tinha uma foto deles a beijarem-se no perfil de WhatsApp. Quão estúpida ela pode ser? Parece que ela o acha engraçado. Algumas pessoas da prisão pararam de falar com ela.»

O homem afirmou ao publicar as fotos na rede social Instagram que teve as melhores duas semanas da sua vida. A jovem respondeu logo na publicação dizendo: «Amo-te».

Segundo o jornal Daily Mail, isto aconteceu depois de oito agentes penitenciários da prisão de Addiewell serem demitidos depois de dar uma festa com cocaína à mistura.

Os chefes da prisão foram informados de que o grupo havia tomava a droga ilegal quando festejava num quarto de hotel após dez semanas de treino. A polícia foi chamada para a prisão e os seus contratos de trabalho foram rescindidos.

LEIA MAIS: Pedro Dias e terrorista desencadearam greve de fome na prisão


RELACIONADOS

Guarda prisional despede-se e vai de férias com prisioneiro [fotos]

O ex-recluso afirma ter tido as melhores semanas da sua vida de férias na Turquia com a guarda prisional, que ficou muito mal vista pelos colegas de trabalho na cadeia.