Coletes amarelos vão juntar-se à greve dos motoristas e fechar a ponte 25 de abril

Acredita-se que os efeitos da greve sejam menores face à anterior, uma vez que o Governo está a unir esforços para que esta paralisação não pare o país

Coletes amarelos vão juntar-se à greve dos motoristas e fechar a ponte 25 de abril

Coletes amarelos vão juntar-se à greve dos motoristas e fechar a ponte 25 de abril

Acredita-se que os efeitos da greve sejam menores face à anterior, uma vez que o Governo está a unir esforços para que esta paralisação não pare o país

O movimento dos coletes amarelos quer juntar-se à greve dos motoristas – a realizar-se no próximo dia 12 de agosto – e fazer uma marcha lenta na ponte 25 de abril e nas autoestradas que ligam Lisboa ao Porto (A1) e Lisboa ao Algarve (A2), avança o ECO. O anúncio foi feito na página de Facebook do movimento que pretende lutar contra o «aumento no preço dos combustíveis e a corrupção nacional» e exige «melhores condições de trabalho» para os bombeiros.

LEIA DEPOIS
Previsão do tempo para quinta-feira, 8 de agosto

Pontos de encontro dos coletes amarelos

Os pontos de encontro são no McDonald’s de Corroios e no Parque Intermodal Malveira às oito da manhã para iniciar a marcha lenta às 9h30 e chegar à Assembleia da República às 11 da manhã de segunda-feira.

Governo une esforços para que greve não pare o país

Acredita-se que os efeitos da greve sejam menores face à anterior, uma vez que o Governo está a unir esforços para que esta paralisação não pare o país, já que é uma altura em que os portugueses estão, na sua maioria, de férias e, a agricultura, por exemplo, está em época de expansão.

LEIA MAIS
Paralisação dos motoristas. Governo anuncia serviços mínimos entre 50% e 100%
Ainda quer abastecer o automóvel? Site mostra postos de combustível disponíveis

Impala Instagram


RELACIONADOS