Governo garante que agressores de jovem cabo-verdiano serão «levados à justiça»

Luís Giovani foi brutalmente agredido à saída de uma discoteca em Bragança.

Governo garante que agressores de jovem cabo-verdiano serão «levados à justiça»

Governo garante que agressores de jovem cabo-verdiano serão «levados à justiça»

Luís Giovani foi brutalmente agredido à saída de uma discoteca em Bragança.

O Ministério Dos Negócios Estrangeiros de Portugal lamentou esta segunda-feira, 6 de janeiro, através de uma publicação no Twitter, a morte de um estudantes cabo-verdiano em Bragança. «Lamentamos profundamente a bárbara agressão de que resultou a morte, em Bragança, de um estudante cabo-verdiano. Os responsáveis serão identificados e levados à justiça. Os cabo-verdianos são nossos irmãos e muito bem-vindos em Portugal», afirmou o MNE.

LEIA DEPOIS

Julgamento de Harvey Weinstein começa hoje

O estudante cabo-verdiano Luís Giovani dos Santos Rodrigues terá sido agredido por vários homens à saída de uma discoteca no dia 21 de dezembro. Foi transportado para o Hospital de Santo António, no Porto, onde acabou por morrer no dia 31 de dezembro, informou um comunicado da Embaixada de Cabo Verde, em Lisboa.

Luís Filipe Tavares, ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, pediu «celeridade» no «esclarecimento cabal» pelas autoridades portuguesas da «trágica» morte do estudante. Jorge Carlos Fonseca, Presidente da República de Cabo Verde, adiantou estar a acompanhar o caso da «morte brutal» de Luís Giovani.

 LEIA MAIS
Meteorologia: O tempo para segunda-feira, 6 de janeiro

Impala Instagram


RELACIONADOS