Gémeos adotados devolvidos por mulher que engravidou entretanto

Ali Sanders escreveu uma carta às crianças a dizer-lhes que a culpa não era deles e que sentia muita pena de os devolver. Depois de ser mãe, «não conseguia amá-los».

Gémeos adotados devolvidos por mulher que engravidou entretanto

Ali Sanders escreveu uma carta às crianças a dizer-lhes que a culpa não era deles e que sentia muita pena de os devolver. Depois de ser mãe, «não conseguia amá-los».

Ali Sanders, mãe de gémeos adotivos, decidiu devolver os bebés quando engravidou do primogénito. Ali e o marido, Michael Sanders, vivem em Inglaterra e resolveram adotar depois de descobrirem que a mulher teria enormes dificuldades para engravidar. «Eu já tinha visto muitas amigas sofrerem com tratamentos para engravidar. Não queria passar pelo mesmo», conta Ali ao jornal Daily Mail. Depois de passar pelas diversas burocracias que envolvem a adoção, o casal acabou por alcançar a paternidade dos gémeos de apenas, na altura, oito meses.

LEIA DEPOIS
Bebé de 2 meses morto porque choro «atrapalhou» sexo dos pais

Descobriu a gravidez um dia antes de ir buscar os gémeos

O casal visitou os futuros filhos no orfanato e apesar de o marido se ter apaixonado à primeira vista, a mulher não sentiu nada. «O Michael, os meus pais e os meus sogros encantaram-se logo com eles. Mas eu sentia como se aquilo não fosse real. Era como se estivesse a fingir ser mãe.» Numa consulta de rotina, entretanto, foi-lhe solicitada, entre outros testes, uma análise à urina, que revelou a realização do verdadeiro sonho. Estava grávida. «Fiquei chocada! Todos os médicos me tinham dito que era impossível eu engravidar naturalmente! Voltei para casa e pedi ao meu marido para ir comprar um teste de gravidez. E deu positivo.»

«Abandonei duas crianças que já tinham sido abandonadas», arrepende-se Ali

A descoberta aconteceu um dia antes da oficialização da adoção. «Eu e o meu marido ficámos em silêncio. Mas em determinado momento ele perguntou-me se eu queria ou não avançar com a adoção. E eu respondi que não.» O caso é de 2014, mas a mulher garante que até hoje não se perdoou. «Abandonei duas crianças que já tinham sido abandonadas!» Tal como acontecera com os gémeos, Ali Sanders também não amou logo o filho biológico, Jacob, que já tem cinco anos. Hoje, e apesar de manter sentimentos de culpa e mais um bebé biológico, uma menina, Ali está proibida por Lei de ter qualquer contacto com os gémeos devolvidos, mas escreveu-lhes uma carta que lhes será entregue quando atingirem a maioridade e descobrirem que foram rejeitados. «Na carta, digo-lhes apenas que não era culpa deles e que me arrependo muito por tê-los devolvido.»

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quarta-feira, 26 de junho
Travestis detidos e acusados de extorquirem clientes após encontros
Fogo leva pais a fazerem escudo humano para protegerem filha [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS