Funcionária de instituição viola doente com paralisia cerebral

Uma mulher, funcionária de uma instituição, foi acusada pelo Ministério Público de Lisboa por ter violado um homem doente profundo, com paralisia cerebral, que estava internado na instituição onde trabalhava.

Funcionária de instituição viola doente com paralisia cerebral

Funcionária de instituição viola doente com paralisia cerebral

Uma mulher, funcionária de uma instituição, foi acusada pelo Ministério Público de Lisboa por ter violado um homem doente profundo, com paralisia cerebral, que estava internado na instituição onde trabalhava.

Uma mulher, funcionária de uma instituição, foi acusada pelo Ministério Público de Lisboa por ter violado um homem doente profundo, com paralisia cerebral, que estava internado na instituição onde trabalhava. De acordo com o Correio da Manhã, a mulher, de 40 anos, despiu o doente da cintura para baixo e forçou-o a ter relações sexuais.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para quarta-feira, 8 de julho

Segundo a mesma publicação, a acusação foi ontem tornada pública, três anos após a ocorrência dos factos. Durante a realização do inquérito, os inspetores da Polícia Judiciária de Lisboa enfrentaram dificuldades na comunicação com a vítima, uma vez que esta é incapaz de se expressar verbalmente

Foi o diretor do centro que denunciou o crime, um dia após os factos. Apesar da vítima não conseguir falar, mostrou-se muito nervosa durante a manhã seguinte, algo que deixou todos em alerta. a PJ começou a investigar a depois de alguns dias recorreram ao sistema Bliss (símbolos a que correspondem palavras ou emoções) para conseguirem comunicar com o doente e apurar os contornos do crime.

O Correio da Manhã escreve que, na madrugada de 7 de julho de 2017, a funcionária entrou no quarto do doente, que estava sozinho. Baixou.lhe as calças e as cuecas e tocou-lhe no pénis, forçando-o depois a ter sexo. A mulher foi despedida assim que se tornou suspeita e está agora em liberdade.

LEIA MAIS
Junho regista temperaturas mais elevadas do ano com valores anormais na Sibéria

 

 

Compre as nossas revistas

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS