Franceses e britânicos reúnem-se para resolver conflito sobre pesca

Representantes da França e do Reino Unido vão encontrar-se na sexta-feira na Comissão Europeia, em Bruxelas, para tentar chegar a um acordo sobre o problema das licenças de pesca, que degenerou em ameaças dos dois lados.

Franceses e britânicos reúnem-se para resolver conflito sobre pesca

Franceses e britânicos reúnem-se para resolver conflito sobre pesca

Representantes da França e do Reino Unido vão encontrar-se na sexta-feira na Comissão Europeia, em Bruxelas, para tentar chegar a um acordo sobre o problema das licenças de pesca, que degenerou em ameaças dos dois lados.

Antes do encontro na sexta-feira, David Frost, responsável pela pasta do Brexit no Governo britânico, desloca-se amanhã a França, onde está prevista uma primeira reunião em Paris com Clément Beaune, secretário de Estado francês dos Assuntos Europeus, segundo anunciou Gabriel Attal, porta-voz do Governo.

“O meu colega Clément Beaune vai encontrar-se amanhã com David Frost sobre esta matéria e haverá uma outra reunião na sexta-feira na Comissão Europeia. Este é um tema principalmente europeu. A reunião na Comissão Europeia será muito importante e aguardamos os resultados”, disse Attal após o Conselho de Ministros que decorreu hoje no Palácio do Eliseu.

Os encontros surgem depois de a França ter anunciado a imposição de sanções ao Reino Unido.

Paris mantém em suspenso a anunciada imposição, a partir de 02 de novembro, de novos controlos aduaneiros e sanitários dos produtos britânicos que cheguem a França e a proibição de todos os produtos do mar vindos desse país.

O porta-voz francês lembrou que “todas as hipóteses estavam ainda sob a mesa” em relação a possíveis sanções.

Desde setembro que os dois países estão numa crise diplomática devido à escassez de licenças de pesca cedidas por Londres aos pescadores franceses, especialmente para águas junto às ilhas de Jersey e Guernesey.

Na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26), que decorre em Glasgow, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que o Reino Unido não mudaria de posição na questão da pesca.

 

CYF // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS