Farmacêutico espanca mulher no local de trabalho. Julgamento começa hoje

As agressões aconteceram no dia 6 de fevereiro deste ano. Na altura, o suspeito, de 54 anos, pôs-se em fuga, mas acabou por ser detido no próprio dia.

Farmacêutico espanca mulher no local de trabalho. Julgamento começa hoje

Farmacêutico espanca mulher no local de trabalho. Julgamento começa hoje

As agressões aconteceram no dia 6 de fevereiro deste ano. Na altura, o suspeito, de 54 anos, pôs-se em fuga, mas acabou por ser detido no próprio dia.

Começa esta terça-feira, 27 de novembro, o julgamento do farmacêutico acusado de espancar a mulher, no interior da farmácia em que ambos trabalhavam, no Porto.

LEIA DEPOIS

Novas atualizações. Maria Rueff faz cateterismo após enfarte do miocárdio

Farmacêutico agrediu a mulher no local de trabalho na presença de outras funcionárias

As agressões aconteceram no dia 6 de fevereiro deste ano. Na altura, o suspeito, de 54 anos, pôs-se em fuga, mas acabou por ser detido no próprio dia. Durante a detenção, mostrou-se resistente e chegou a agredir os dois agentes da GNR, que se encontram hoje no tribunal para ser ouvidos na qualidade de testemunhas.

A vítima, de 45 anos, foi agredida a soco e pontapé e sofreu vários ferimentos no corpo. A assistir estavam mais duas farmacêuticas e a empregada de limpeza, que também serão ouvidas no tribunal.

«Só não morri por sorte»

«Espero que se faça justiça. Que prevaleça a verdade e que este senhor seja punido», afirmou a vítima à entrada do tribunal, em declarações à TVI. «Só não morri por sorte.» A mulher revela que, desde o dia da agressão, vive com «medo» e que a família e amigos já foram perseguidos.

LEIA MAIS

APAV apoiou mais de 43 mil vítimas de violência doméstica em cinco anos

Impala Instagram


RELACIONADOS